Sexta-feira, 25 de Junho de 2021

Políticos contestam frontalmente o PNI 2030

Muitas têm sido as contestações dos governantes da região, nos últimos dias, perante os investimentos apresentados no Plano Nacional de Investimentos 2030, o qual não contempla, em concreto, qualquer investimento para a região.

-PUB-

Neste sentido, o município de Vila Real aprovou, por unanimidade, esta segunda-feira, uma moção exigindo que os projetos, inscritos no PNI 2030, sejam revistos, bem como uma “maior atenção aos territórios de baixa densidade, quer baixando o limite financeiro mínimo dos projetos, quer incluindo projetos articulados com as autarquias e as comunidades intermunicipais”.

No documento, a autarquia realça o limite imposto que considera apenas projetos superiores a 75 milhões de euros, o que “deixará de fora muitos investimentos essenciais para o desencravamento do interior Norte e do Douro, pela sua dimensão”. A moção dá conta, também, de alguns investimentos que não constam no PNI, como a ligação ferroviária do Douro a Espanha ou a construção do

Artigo exclusivo PREMIUM

Tenha acesso ilimitado a todos os conteúdos do site e à edição semanal em formato digital.

Se já é PREMIUM,
Aceda à sua conta em

APOIE O NOSSO TRABALHO.
APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

Mais lidas

ÚLTIMAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.