Quarta-feira, 4 de Agosto de 2021

Prazo de entrega das candidaturas foi prorrogado

As microempresas que estiverem interessadas em aderir ao fundo criado pela autarquia podem candidatar-se até dia 16 de julho. Fundo é de 150 mil euros

-PUB-

O município de Valpaços criou um fundo de emergência de apoio às empresas, com o objetivo de mitigar o impacto económico da epidemia Covid-19 nas microempresas.

O fundo é de 150 mil euros e abrange as microempresas com menos de 10 trabalhadores e com sede no concelho de Valpaços. 

A autarquia tinha, inicialmente, previsto um montante máximo de 700 euros para o apoio que passou para os mil euros sendo que também o prazo de candidatura ao fundo de emergência foi alargado até dia 16 de julho. 

Foram introduzidos códigos da tabela de atividades do artigo 151º do CIRS e atualizados os CAE elegíveis ao Fundo e foi dispensada a declaração do contabilista certificado para volumes de negócios inferiores a 10.000 euros.

A medida abrange empresários que exerçam a sua atividade em nome individual ou enquanto sócios gerentes de sociedades comerciais, que não excederam, em 2019, um volume de negócios de cento e cinquenta mil euros.

Os setores abrangidos são a restauração e similares, comércio de bens a retalho e determinados prestadores de serviços que mais foram afetados pela pandemia (covid-19), sendo que os beneficiários do apoio concedido ficam obrigados à manutenção dos postos de trabalho, alocados aos respetivos estabelecimentos, até 31 de dezembro de 2020.

 

O

Artigo exclusivo PREMIUM

Tenha acesso ilimitado a todos os conteúdos do site e à edição semanal em formato digital.

Se já é PREMIUM,
Aceda à sua conta em

-PUB-

APOIE O NOSSO TRABALHO.
APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

Mais lidas

ÚLTIMAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.