Quinta-feira, 15 de Abril de 2021

Prazo para entrega voluntária de armas ilegais está a terminar

A 22 de setembro de 2019 começou a contar o prazo para que todos os detentores de armas de fogo não declaradas procedam à sua entrega de forma voluntária, sem procedimento criminal.

“Estamos a falar de casos em que as licenças estão caducadas, estamos a falar em doações que não foram declaradas no prazo de 15 dias, estamos a falar de casos em que o proprietário da arma morreu e não foi dada baixa da mesma e há casos de armas de alarme, que aqui são ilegais mas na Espanha, por exemplo, não”, explicou Carlos Guimarães, do Núcleo de Armas e Explosivos (NAE) de Vila Real.

Até dezembro de 2019, três meses após a abertura do período de entrega voluntária, foram entregues, em todo o país, cerca de 1665 armas, fruto das informações dadas pela PSP junto da população. “O que verificámos é que muitas pessoas não sabem

Artigo exclusivo PREMIUM

Tenha acesso ilimitado a todos os conteúdos do site e à edição semanal em formato digital.

Se já é PREMIUM,
Aceda à sua conta em

APOIE O NOSSO TRABALHO.
APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

Mais lidas

ÚLTIMAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.