Quarta-feira, 20 de Outubro de 2021

Profissionais de saúde homenageados

Numa cerimónia simbólica, promovida pela Polícia de Segurança Pública a nível nacional, profissionais de saúde que combatem, na linha da frente, a pandemia do Covid-19, foram homenageados pelo trabalho e profissionalismo que têm demonstrado ao longo das últimas semanas, nas mais diversas unidades hospitalares do país. 

-PUB-

À PSP juntaram-se ainda elementos da Guarda Nacional Republicana (GNR), do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF), a Polícia Marítima (PM), as polícias municipais e corpos de bombeiros.

Em Chaves, a iniciativa decorreu no hospital onde mais de duas centenas de pessoas se reuniram para cantar o hino nacional e aplaudir, médicos, enfermeiros e auxiliares “em jeito de agradecimento”, tal como explicou Luís Alves, comandante da divisão local da PSP. “Retribuíram o gesto e agradeceram o momento de incentivo que tivemos para com eles”. 

Também as corporações de bombeiros do concelho marcaram presença  nesta  homenagem que, para José Lima, comandante da corporação do Bombeiros Voluntários Flavienses, “deve manter-se todos os dias durante todo o ano” para agradecer o trabalho que, diariamente os profissionais fazem em prol da saúde de todos. 

“TAMBÉM ESTAMOS NA LINHA DA FRENTE”

Não são só os profissionais de saúde que estão na linha da frente de combate a este vírus. Forças de segurança e proteção civil também têm sido cruciais nesta luta. “Nós próprios estamos na linha da frente. São momentos difíceis e a PSP tem como funções, neste âmbito legal, fazer cumprir as normas restritivas dos direitos e liberdades das pessoas, o que, por vezes, não é fácil”, referiu o comandante Luís Alves acrescentando que “a população flaviense se tem portado de forma cabal e tem estado à altura da situação”. 

Até ao momento, na esquadra da PSP de Chaves não foi registado qualquer caso de Covid-19, apenas um elemento foi testado, por suspeito, mas o resultado deu negativo.

-PUB-

APOIE O NOSSO TRABALHO. APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

Mais lidas

ÚLTIMAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.