Segunda-feira, 28 de Novembro de 2022

Projecto coloca o Douro no mapa virtual

“Do Norte de Portugal para o Mundo” é a promessa do 3D Douro, um projecto que vai colocar ao dispor dos cibernautas o rio Douro, em três dimensões. Mais importante que a divulgação turística, o projecto vai permitir uma intervenção, “mais rápida e eficaz”, ao nível da Protecção Civil Já está disponível na Internet o […]

-PUB-

“Do Norte de Portugal para o Mundo” é a promessa do 3D Douro, um projecto que vai colocar ao dispor dos cibernautas o rio Douro, em três dimensões. Mais importante que a divulgação turística, o projecto vai permitir uma intervenção, “mais rápida e eficaz”, ao nível da Protecção Civil

Já está disponível na Internet o projecto 3D Douro que, patrocinado pelos Governos Civis de Vila Real, Bragança, Porto, Aveiro, Viseu e Guarda, foi apresentado, no dia 12, pretendendo “ilustrar a realidade da região do Douro, em três dimensões”.

“Temos que desenvolver instrumentos que aumentem valor e aqui o valor é a segurança”, sublinhou Ascenso Simões, Secretário de Estado da Protecção Civil, sobre o 3D Douro, o projecto que vem corresponder a uma aposta do Governo, “no desenvolvimento estratégico da Região Norte, no sector do Turismo”.

Pedro Esteves, do Conselho de Administração da 3D Cities, empresa que criou a plataforma 3D Douro, explicou que, com este projecto, pela primeira vez, em Portugal, vão ser utilizadas as tecnologias 3D, ao serviço da Protecção Civil.

“O sistema vai ter a representação de toda a bacia do Rio Douro, em três dimensões” e permitirá que as autoridades com responsabilidades sobre a segurança tenham mais facilidade em aceder a informações, em caso de ocorrências como “um desastre, numa embarcação, alguém ferido numa das margens ou a avaliação de ameaça de cheia a alguma infra-estrutura”.

Segundo o mesmo responsável, com o 3D Douro “a informação chegará mais rapidamente a todas as entidades envolvidas numa determinada situação de socorro”. “Sabemos que, perante uma ocorrência difícil, a rapidez é um factor crítico de qualidade da tomada de decisão”, lembrou.

António Martinho, Governador Civil de Vila Real, recordou o acidente com a locomotora do Rio Tua, como exemplo de uma ocorrência que poderia ter contado com as novas potencialidades do 3D Douro.

“Se tivéssemos este projecto já a funcionar, não teríamos as dificuldades que tivemos, para localizar o acidente. O socorro teria sido mais rápido e eficaz”, esclareceu o responsável político vila-realense.

Para a construção do Rio Douro em três dimensões, a empresa que já foi responsável por plataformas idênticas, ao nível de outras cidades, como, por exemplo, Lisboa, foram combinadas “imagens aéreas de alta resolução, sistemas de informação geográfica e modelos das infra-estruturas existentes”.

Na sua vertente turística, o 3D Douro vai proporcionar aos cibernautas “um campo de exploração imenso”. Os visitantes do site www.3ddouro.pt, vão poder “andar por todas as unidades hoteleiras e, mesmo, ver os quartos disponíveis”, exemplificou Pedro Esteves, entre um sem fim de possibilidades que serão disponibilizadas, progressivamente, “on-line”.

Patrocinado pelos Governos Civis do Porto, Aveiro, Viseu, Vila Real, Guarda e Bragança, distritos ligadas pelo Douro, o projecto espera contar com o apoio de entidades públicas e privadas. Ascenso Simões adiantou, desde já, que um dos objectivos, no âmbito próximo Quadro de Referência Estratégico Nacional, é a criação de “um plano de emergência externo, para o rio” que poderá apoiar o projecto.

 

Maria Meireles

-PUB-

APOIE O NOSSO TRABALHO. APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

COMENTAR FACEBOOK

Mais lidas

A Imprensa livre é um dos pilares da democracia

Nota da Administração do Jornal A Voz de Trás-os-Montes

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.