Quinta-feira, 11 de Agosto de 2022

Protocolo entre UTAD e EMAR vai permitir reduzir perdas de água

No concelho ainda se perde 35,5 por cento de água nas condutas, “um valor muito significativo”

-PUB-

A Empresa Municipal de Água e Resíduos (EMAR) e a Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro (UTAD) assinaram um acordo de parceria que vai permitir reduzir as perdas de água que corre nas condutas, através da implementação de um Sistema de Informação Geográfica (SIG) na EMAR, que conta com o apoio técnico e científico da UTAD.

Quando o SIG estiver em funcionamento, vai ser possível saber qual o estado das condutas, dos ramais, dos reservatórios e dos coletores de saneamento, e assim “direcionar os investimentos para reduzir as perdas de água, que são muito significativas, que rondam os 35,5 por cento”, sustentou o presidente da autarquia vila-realense, Rui Santos.

Com este protocolo, a EMAR passará a dispor de apoio técnico com a participação de um bolseiro investigador, que se dedicará ao estudo do património e infraestruturas da empresa de águas e resíduos, assegurando o carregamento da informação que permita melhorar o seu conhecimento e a sua gestão racional e eficiente, de modo otimizar o seu período de vida. “Estamos a falar sobretudo de condutas que estão aterradas”, frisa o edil.

Com as ferramentas informáticas que serão adquiridas, a EMAR passará a dispor de toda a sua rede de condutas em SIG, para consulta por todos os interessados, facilitando assim o acesso à informação por parte dos seus clientes e utilizadores. “Isso vai permitir à EMAR organizar de forma eficaz e eficiente os processos de operação e manutenção, reduzir custos de exploração e otimizar o processo de apoio à decisão e planeamento futuro dos investimentos”, sublinhou Rui Santos.

O autarca reforça a ideia que a UTAD possui um centro de investigação e informação na área de estudo dos SIG, que ficará à disposição da EMAR para que esta possa fazer este trabalho de forma mais eficiente, direcionando a sua capacidade de investimentos em função das necessidades e do estado de conservação desses ramais. A UTAD propõe-se ainda apoiar, carregar e desenvolver a informação para otimizar a gestão da EMAR, que conta com 798 km’s de condutas de água, 21942 ramais de água, 60 reservatórios de água, 280 km’s de coletores de saneamento e 13587 ramais de saneamento. “É um volume imenso de estruturas que precisam de ser georreferenciadas”, refere Rui Santos.

O protocolo já está no terreno e terá a duração de 18 meses, num investimento inicial a rondar os 38 mil euros. “Depois de desenvolvido, vai permitir à EMAR poupar dinheiro, a médio prazo. Quisemos também dar um sinal de que a UTAD e a câmara e as suas empresas são parceiros em todas as áreas de saber. Atendendo à proximidade do novo quadro comunitário de apoio, a câmara preferencialmente fará protocolos com a nossa universidade”, porque a UTAD é Vila Real e Vila Real é a UTAD”, finalizou o presidente do município.

Já o reitor da UTAD, Fontainhas Fernandes, mostrou total abertura da UTAD “em ajudar os municípios nas suas candidaturas ao novo quadro comunitário de apoio – Horizonte 2020, prestando-lhes serviços através da criação de unidades especializadas de investigação”.

-PUB-

APOIE O NOSSO TRABALHO. APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

COMENTAR FACEBOOK

Mais lidas

A Imprensa livre é um dos pilares da democracia

Nota da Administração do Jornal A Voz de Trás-os-Montes

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.