Quinta-feira, 7 de Julho de 2022

PS acusa autarquia de utilizar meios de apoio à “Festa de Verão” do PSD

Partido Socialista Autarquia utilizou meios de apoio à “Festa de Verão” da JSD O Núcleo Concelhio da Juventude Socialista e a Concelhia do Partido Socialista manifestam o seu desagrado e veemente protesto pela utilização de meios do Município na realização da “Festa de Verão da JSD de Mesão Frio”. No dia 19, realizou-se a referida […]

Partido Socialista

Autarquia utilizou meios de apoio

à “Festa de Verão” da JSD

O Núcleo Concelhio da Juventude Socialista e a Concelhia do Partido Socialista manifestam o seu desagrado e veemente protesto pela utilização de meios do Município na realização da “Festa de Verão da JSD de Mesão Frio”.

No dia 19, realizou-se a referida festa, no espaço da “Praia fluvial” do Rio Teixeira, sita na Zona de Lazer de Mesão Frio. Para a organização desse evento, foram utilizados meios humanos e materiais do Município, nomeadamente o transporte e montagem de uma estrutura amovível, bem como diverso mobiliário.

Em reunião camarária, questionado o Senhor Presidente da Câmara, informou este que o local tinha sido previamente solicitado e que entendera autorizar a sua utilização. Afirmou desconhecer a utilização de quaisquer outros meios da Autarquia.

Declarou ter comparecido ao evento na qualidade de membro partidário e não como Presidente da Câmara.

Admitiu, porém, que se tinha deslocado, utilizando viatura municipal.

Mas, também, “como era a viatura que utilizava sempre, não achou necessidade de estar a mudar”…!

De facto, comprova-se, mais uma vez, que, em Mesão Frio, a maioria no poder age como proprietária do Município. Sublinhe-se que o responsável da JSD é Técnico da Autarquia e também Deputado Municipal.

Demonstra-se, à evidência, que o Presidente da Câmara não sabe o que se passa, faz de conta que não sabe ou não quer é mesmo saber do que acontece na Autarquia!

Utiliza e permite que se utilize, em proveito particular e partidário, meios e facilidades municipais.

Ora, se tais meios municipais foram utilizados com o desconhecimento do Presidente da Câmara – o que nos custa a aceitar – já o mesmo não poderá ter acontecido com o identificado dirigente da JSD, funcionário da Autarquia. Afinal, quem autorizou o uso de meios da Câmara? Quem transmitiu ordens aos funcionários?

Aguarda-se pois, então, que o Presidente da Câmara, enquanto primeiro responsável, exerça o poder/dever que legalmente se impõe, nestas situações, isto é, o exercício de acção disciplinar, averiguando toda a factualidade no âmbito, no mínimo, de um processo de inquérito.

Situações idênticas à presente têm sido por nós constantemente denunciadas e por todos testemunhadas.

De novo, desta feita, apenas a desfaçatez com que o Presidente da Câmara admite, finalmente, que utiliza os meios do Município, designadamente a viatura, em proveito próprio, enquanto cidadão comum.

Têm, assim, os mesãofrienses sobejas razões para estar preocupados.

Pela nossa parte, continuaremos a denunciar estas situações, esperando que a decência no exercício dos cargos públicos e políticos retorne, com brevidade, a Mesão Frio.

 

Núcleo Concelhio JS e Concelhia PS de Mesão Frio

-PUB-

APOIE O NOSSO TRABALHO. APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

Mais lidas

A Imprensa livre é um dos pilares da democracia

Nota da Administração do Jornal A Voz de Trás-os-Montes

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.