Segunda-feira, 23 de Maio de 2022

Qualidade local perante flavienses desfalcados

Diogo Cão, 5 | Chaves, 1

A Diogo Cão entrou forte, com Nuno Araújo a obrigar Leandro a defesa para canto. Um sinal de que a turma da casa desejava resolver cedo o jogo. O Chaves veio muito desfalcado, vindo a sofrer o primeiro golo logo aos 4’, através de um remate forte e colocado de César Vilela. A supremacia ofensiva dos locais era esclarecedora e, aos 11’, Gustavo Esteves obriga o Leandro a boa intervenção. No lance seguinte, César Vilela não perdoa e bisa no jogo. Os flavienses não baixaram os braços e, aos 14’, João Miguel, de livre, reduz.

Na segunda metade, houve algum equilíbrio inicial, no entanto, a Diogo Cão começou a dominar e a criar oportunidades. Aos 43’, Gonçalo Pimenta aumenta a vantagem, em remate cruzado. A pressão ofensiva continuou e foi premiada perto do final com mais dois golos, um de Tomás Carvalho e outro de Carlota Felisberto.


FICHA DE JOGO

Complexo Desportivo da UTAD
Árbitro: André Fernandes

DIOGO CÃO: Miguel Silva; Tomás Carvalho, Afonso Ramalho, Nuno Araújo e César Vilela; Bernardo Alves e Gustavo Esteves
Suplentes utilizados: Guilherme Teixeira, Martim Leite, Martim Rodrigues, Miguel Guedes, Gonçalo Pimenta, Santiago Moreira e Carlota Felisberto
Treinadores: Hugo e Tozé

CHAVES: Leandro; Afonso, David Figueiredo, Rodrigo Domingues e Francisco; Eurico e João Miguel
Suplentes utilizados: Rodrigo Melo, Manuel e Diego
Treinador: Silvino Sousa

Ao intervalo: 2-1
Marcadores: César Vilela (4’ e 12’), João Miguel (14’), Gonçalo Pimenta (43’), Tomás Carvalho (59’) e Carlota Felisberto (60’)

-PUB-

APOIE O NOSSO TRABALHO. APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

Mais lidas

A Imprensa livre é um dos pilares da democracia

Nota da Administração do Jornal A Voz de Trás-os-Montes

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.