Segunda-feira, 5 de Dezembro de 2022
No menu items!
0,00 EUR

Nenhum produto no carrinho.

Régua segue em frente na taça distrital

O SC Régua recebeu, e venceu, esta tarde a UDC Sabrosa, em jogo a contar para a 1ª eliminatória da Taça AFVR.

PUB

Foi com as bancadas cheias que Régua e Sabrosa entraram em campo. Em jogo estava a presença na próxima fase da Taça AFVR.

Os locais, que na época passada marcaram presença na final da prova, chegaram ao intervalo a vencer por 2-0, com golos de Francisco (14′) e Paiva (20′).

À passagem da meia hora, o Régua teve de fazer uma alteração forçada, com António Ribeiro a entrar para o lugar do lesionado Miguel Rodrigues.

Mesmo a perder por 2-0, o Sabrosa não baixava a guarda e nos instantes finais da primeira parte conseguiu levar algum perigo à baliza do adversário. Aos 41′ valeu a intervenção de Gaby que, na sequência de um livre, dá um soco na bola. Já aos 46′, o número 9 do Sabrosa, Lage, vê o seu remate sair ao lado.

Lage que viria a ser expulso na etapa complementar, depois de ver o segundo amarelo aos 66′. Nessa altura, o Sabrosa estava por cima do jogo, depois de ter chegado ao golo no arranque da segunda parte. Um golo de se tirar o chapéu, apontado por Simão Freitas, de livre.

Mesmo a jogar com menos um, o Sabrosa acabou por se adaptar melhor à situação do que o Régua, que não conseguiu aproveitar a vantagem numérica para chegar ao golo da tranquilidade. Mesmo assim, a equipa orientada por Flávio Fonseca carimbou a passagem à próxima fase da Taça AFVR. Já o Sabrosa, diz adeus à prova logo na primeira eliminatória, mas fá-lo de cabeça erguida.

Quanto ao outro jogo desta eliminatória, o Valpaços recebeu e goleou o Lordelo por 6-1.

 

PUB

APOIE O NOSSO TRABALHO. APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

COMENTAR FACEBOOK

Mais lidas

A Imprensa livre é um dos pilares da democracia

Nota da Administração do Jornal A Voz de Trás-os-Montes

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.