Terça-feira, 19 de Outubro de 2021

Ribeira de Pena vai ter novo posto da GNR

Construção do edifício representa um investimento de um milhão de euros e surge no âmbito de um protocolo que será assinado entre o município e o Ministério da Administração Interna.

-PUB-

A Câmara Municipal de Ribeira de Pena anunciou esta quinta feira que vai avançar com a construção de um novo posto da GNR. Em declarações à agência Lusa, o presidente da autarquia referiu que o atual edifício no centro da vila “é manifestamente insuficiente para acolher os militares ali destacados e apontou as más condições do edifício que foi a primeira Câmara Municipal do concelho.

O novo posto da GNR terá um custo de um milhão de euros e surge no âmbito de um protocolo que será assinado entre o município e o Ministério da Administração Interna. “Conseguimos junto do senhor secretário de Estado da Administração Interna sensibilizá-lo para o problema e tivemos o compromisso de que, em breve, iremos celebrar um contrato programa através do qual o município cede o terreno e o ministério vai aplicar aqui um milhão de euros para a construção de um novo quartel”, frisou.

João Noronha falou ainda da obra de requalificação do quartel do Grupo de Intervenção de Proteção e Socorro (GIPS) da GNR, que representa um “investimento de 400 mil euros” assumido “por inteiro” pelo município. “Temos que dar dignidade e condições de trabalhos aos militares do GIPS que prestam um serviço muito importante neste concelho que possui uma floresta rica, temos a maior mancha contínua de pinheiro bravo da Península Ibérica”, salientou.

O edifício que acolhe os GIPS tem, de acordo o autarca, “péssimas condições, desde o frio que deixa entrar, a cozinha, as camaratas e a insuficiência de espaço”.

Segundo João Noronha, esta intervenção está dependente do concurso público que foi lançado no final do ano passado e “sofreu alguns atrasos devido a reclamações por parte de concorrentes”.

-PUB-

APOIE O NOSSO TRABALHO. APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

Mais lidas

ÚLTIMAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.