Sexta-feira, 3 de Dezembro de 2021

Secretário-geral adjunto do PS inicia périplo pelos distritos e regiões

O secretário-geral adjunto do PS, José Luís Carneiro, em conjunto com o Grupo Parlamentar socialista, inicia na segunda-feira, em Bragança, um périplo de ano e meio pelos 18 distritos, incluindo as regiões autónomas dos Açores e Madeira.

-PUB-

De acordo com uma nota divulgada pelo PS, a iniciativa, denominada "Diálogo olhos nos olhos", pretende "dar voz a todas as sensibilidades locais e regionais sobre o desenvolvimento do país".

Até julho de 2021, segundo a mesma nota do PS, o objetivo "é auscultar as forças vivas das várias comunidades locais", e a primeira ação realiza-se em Bragança, no Salão Nobre da Escola Secundária Emídio Garcia, às 10h00".

"É muito importante ouvir todas e todos os cidadãos e aprofundar o diálogo com as populações olhos nos olhos, fortalecendo uma relação de proximidade e confiança. Convidamos todos os cidadãos a participarem nestas sessões, independentemente da sua opção político-partidária. Queremos saber ouvir e dar voz a todas as sensibilidades locais e regionais sobre o desenvolvimento do país", refere José Luís Carneiro.

Ainda de acordo com o secretário-geral adjunto do PS, com este périplo por todo o território nacional, visa-se "dar a conhecer as prioridades de trabalho do partido e ouvir sugestões, críticas e propostas dos participantes nestas sessões para o futuro da sua região.

"O PS representa a maioria dos portugueses no parlamento, tendo-lhe sido confiada a função do poder executivo, pelo que lhe é exigido um esforço adicional: Promover uma cultura de prestação de contas e um diálogo regular com as cidadãs e os cidadãos deste país", acrescenta.

-PUB-

APOIE O NOSSO TRABALHO. APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

Mais lidas

A Imprensa livre é um dos pilares da democracia

Nota da Administração do Jornal A Voz de Trás-os-Montes

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.