Quarta-feira, 17 de Agosto de 2022

Trezentos mil euros para Equipamento de Proteção Individual aprovados

Reunidos na passada semana, na biblioteca Municipal de Mesão Frio, os 19 municípios da região Douro, NUTS III, aprovaram algumas medidas e abordaram assuntos de interesse regional e nacional. No âmbito da Proteção Civil, foram aprovados por unanimidade o relatório final, a adjudicação do Concurso Público Internacional e as minutas dos contratos para aquisição de Equipamento de Proteção Individual (EPI) para combate a incêndios naturais no Douro.

-PUB-

Foi frutífera a 46ª reunião do conselho executivo que reuniu pela segunda vez em Mesão Frio, cuja abertura coube ao presidente do Conselho Executivo, Francisco Lopes, e posteriormente ao presidente da Câmara Municipal de Mesão Frio, Alberto Pereira.

Dos vários assuntos abordados, destacamos a intervenção de Paulo Noronha, que falou sobre a abertura de candidaturas ao ON2 até ao final de agosto, para intervenções em equipamentos desportivos no âmbito do PO Norte. O início do concurso de distribuição de energia elétrica 2015, tendo referido que foi realizada a recolha de informação para o concurso e remetido a todos os municípios um quadro com as instalações do concurso 2014, solicitando a sua atualização.

O comunicado de vindima do IVDP foi também analisado. Por unanimidade, foi aprovado um documento que clarifica o montante da subvenção global FEDER face aos acertos da taxa de confinamento das candidaturas incluídas na contratualização e à reanálise dos montantes máximos de referência. Os eixos da estratégia Douro 2020, foi outro dos assuntos debatidos.

Relativamente à aquisição de equipamentos de proteção individual para combate a incêndios em espaços naturais no Douro, no valor de cerca de 300.000 euros, estes incluem: Fato de Proteção Florestal (Calça e Dólmen), Luvas de Combate a Incêndios Florestais,

Capuz de Proteção Florestal (Cogula) e Capacete Florestal.

A associação de municípios é um organismo de fins múltiplos, pessoa coletiva de direito público de natureza associativa e de âmbito territorial, abrange os Municípios de Mesão Frio, Alijó, Armamar, Carrazeda de Ansiães, Freixo de Espada à Cinta, Lamego, Murça, Régua, Moimenta da Beira, Penedono, S. João da Pesqueira, Sernancelhe, Sabrosa, Santa Marta de Penaguião, Tabuaço, Tarouca, Torre de Moncorvo, Vila Nova de Foz Côa e Vila Real.

-PUB-

APOIE O NOSSO TRABALHO. APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

COMENTAR FACEBOOK

Mais lidas

A Imprensa livre é um dos pilares da democracia

Nota da Administração do Jornal A Voz de Trás-os-Montes

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.