Sábado, 2 de Julho de 2022

Um cofre e alguns documentos desapareceram no Centro Histórico

Um pequeno cofre, com cerca de duzentos euros, foi furtado, alegadamente, na madrugada de quinta-feira, de uma repartição da Câmara Municipal de Mesão Frio. O montante dizia respeito a verbas dos passes escolares e estava à guarda de um funcionário. O suposto roubo foi perpetrado através de arrombamento da porta e, além do cofre que […]

Um pequeno cofre, com cerca de duzentos euros, foi furtado, alegadamente, na madrugada de quinta-feira, de uma repartição da Câmara Municipal de Mesão Frio. O montante dizia respeito a verbas dos passes escolares e estava à guarda de um funcionário. O suposto roubo foi perpetrado através de arrombamento da porta e, além do cofre que foi levado pelos ladrões, também desapareceram alguns documentos, para além de terem sido remexidas duas gavetas do gabinete do presidente da autarquia, sem que, neste caso, nada tenha sido levado.

O Presidente da Câmara Municipal, Marco Teixeira, confirmou o furto: “De facto, registou-se o desaparecimento de um pequeno cofre, com um montante de cerca de duzentos euros. Esperamos que as autoridades desenvolvam esforços, de modo ser encontrar o ou os seus autores”.

No local, foram encontrados vestígios, na porta, deixados na altura do arrombamento da porta. O Núcleo de Apoio Técnico, NAT, da GNR colheu vários elementos, ao mesmo tempo que o Núcleo de Investigação Criminal da GNR de Peso da Régua está a investigar este caso.

Além deste assalto, um outro aconteceu, na mesma noite, na Escola Básica. Aqui, os larápios ainda tentaram esconder um cabaz, com géneros alimentícios, o qual tinha sido roubado, mas que acabou por ser encontrado, no interior das instalações.

Jmcardoso

-PUB-

APOIE O NOSSO TRABALHO. APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

Mais lidas

A Imprensa livre é um dos pilares da democracia

Nota da Administração do Jornal A Voz de Trás-os-Montes

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.