Sexta-feira, 25 de Junho de 2021

Um parque ao serviço do território

O Regia-Douro Park nasceu em maio de 2016. Em cinco anos de vida, o projeto não tem parado de crescer, sendo já uma imagem de marca, não só na região, mas também no país.

-PUB-

A união faz a força e isso fica provado com a criação deste parque, em que o Município de Vila Real, a Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro e a Portuspark deram as mãos e ergueram o Régia-Douro Park, que é já um pilar de desenvolvimento económico na região. 

Com uma localização privilegiada, ao lado da Autoestrada 24, muitas empresas optaram por desenvolver ali as suas atividades, num projeto que está consolidado, mas que quer chegar muito mais longe. Para isso, prepara a instalação de uma nova Zona Industrial, que deverá estar pronta a receber empresas no início de 2023. 

Hoje conta com 85 empresas instaladas, mas a ambição da atual direção é chegar às 200, nos próximos anos.  

Nesta edição, o jornal A Voz de Trás-os-Montes mostra a evolução do parque de ciência e tecnologia, que foi criado com o objetivo central de promover uma cultura de inovação e de competitividade de Trás-os-Montes e Alto Douro, envolvendo a captação de projetos de investimento que tragam valor acrescentado e exijam mão de obra qualificada. 

A globalização trouxe inúmeros desafios e este tipo de parques tecnológicos mostram que são, cada vez mais, vitais para o desenvolvimento dos territórios onde se localizam, ao proporcionarem ambientes catalisadores para a criação de produtos inovadores, que geram emprego, promovem novos empreendimentos de base tecnológica, difundem o empreendedorismo e facilitam a transferência de conhecimento e de tecnologia entre os ‘stakeholders’ envolvidos nesse processo de inovação.

Fique a conhecer os projetos futuros, as empresas instaladas, as oportunidades que tem à disposição para desenvolver uma ideia de negócio, assim como as ferramentas disponíveis para obter apoios para a concretização de um projeto.

APOIE O NOSSO TRABALHO.
APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

Mais lidas

ÚLTIMAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.