Sábado, 20 de Julho de 2024
No menu items!




Urgências disponíveis através de mapa interativo a partir de hoje  

A partir desta terça-feira, o Portal SNS passa a ter uma página interativa para consulta dos serviços de urgência disponíveis e respetivos horários em Portugal Continental.

-PUB-

Segundo  a direção executiva do SNS, esta ferramenta “integra, de forma automática, os horários das urgências que constam do SIIP – Sistema Integrado de Informação de Prestadores, para os próximos sete dias, e está acessível em https://www.sns.gov.pt/servicos-de-urgencia-sns/

“Isto significa que a informação disponibilizada é obtida a partir da plataforma onde os hospitais carregam e atualizam de forma permanente as suas escalas de pessoal para as urgências, que é a mesma que serve para a referenciação dos utentes através da Linha SNS 24 (808 24 24 24)”, explica o SNS em comunicado, adiantando que os cidadãos “podem fazer a pesquisa por tipologia de urgência, por região, por unidade local de saúde e por unidade de saúde e saberem, de forma rápida e intuitiva, quais são os hospitais mais próximos e que estão acessíveis”.

Os dados serão atualizados de hora a hora, fornecendo aos utentes, de forma transparente e inovadora, a resposta de cada hospital e do SNS em matéria de urgência hospitalar.

A direção executiva do SNS recorda que o plano assistencial para o verão “está a ser cumprido, nomeadamente ao nível das urgências de obstetrícia/ginecologia, que, na Região de Lisboa e Vale do Tejo, estão a funcionar em rede, de forma a garantir-se sempre a resposta assistencial”.

Este plano para as urgências de obstetrícia/ginecologia “foi acordado entre o Ministério da Saúde, os diretores clínicos e os presidentes dos conselhos de administração dos hospitais envolvidos”, acrescenta a mesma nota.

Mais informação em https://www.sns.gov.pt/servicos-de-urgencia-sns/

 

APOIE O NOSSO TRABALHO. APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

VÍDEOS

Mais lidas

ÚLTIMAS NOTÍCIAS