Quarta-feira, 6 de Julho de 2022

Velocidades concentraram seis mil pessoas, na “melhor prova de sempre”

A emoção, o público, as velocidades e, até, o pó foram os ingredientes de mais uma edição da prova murcense, do Campeonato Europeu de Autocross que, realizada nos dias 14 e 15, na pista do Morro de São Domingos, foi considerada, pela organização, “a melhor de sempre”. Jorge Fonseca, Presidente do Clube Automóvel de Vila […]

A emoção, o público, as velocidades e, até, o pó foram os ingredientes de mais uma edição da prova murcense, do Campeonato Europeu de Autocross que, realizada nos dias 14 e 15, na pista do Morro de São Domingos, foi considerada, pela organização, “a melhor de sempre”.

Jorge Fonseca, Presidente do Clube Automóvel de Vila Real (CAVR), contabilizou que entre cinco e seis mil pessoas se deslocaram à pista de Murça, para assistir ao espectáculo do desporto motorizado europeu, de onde saíram vencedores o russo Aleks. Kvashnin (Divisão 1), o suíço Josef Marty (Divisão 3A) e o dinamarquês Bernard Stubbe (Divisão três).

“Sem dúvida que o bom tempo voltou a ajudar”, sublinhou o dirigente do clube automóvel, referindo que a divulgação da prova, em Espanha, também se revelou eficaz, já que se podiam ver muitos aficionados espanhóis, entre o público.

“Durante a manhã, quase se ouvia falar mais espanhol do que português”, satirizou o Presidente do CAVR, salientando, no entanto, que, mais uma vez, os portugueses aderiram, em força, à prova.

O espectáculo ficou também beneficiado pelo facto de, este ano, o Campeonato Europeu de Autocross ter duas provas seguidas, em Portugal, estando marcado já, para o próximo fim-de-semana, em Vila Nova de Foz Côa, a segunda etapa da competição da Federação Internacional de Automobilismo. “Ao nível da competição, em si, a calendarização da prova de Foz Côa só veio beneficiar a nossa organização, já que fez com que muitos mais pilotos participassem”, referiu Jorge Fonseca, explicando que os pilotos inscritos no campeonato só podem desistir de uma prova e não vir a Portugal significava perder, logo, duas etapas.

Depois da estreia do campeonato, em Murça, e da segunda etapa, a disputar já nos dias 21 e 22, em Vila Nova de Foz Côa, o Europeu de Autocross contará com mais nove provas realizadas em países como a República Checa, Itália, Eslováquia, Hungria, Letónia, Alemanha e Lituânia, estando previsto o seu grande final na pista de St. Igny de Vers, em França, nos dias 29 e 30 de Setembro.

O fim-de-semana do Europeu de Autocross contou, ainda, com a realização do Campeonato Nacional da Crosscar (do qual saiu vencedor João Teixeira, seguido por Pedro Rosário e Miguel Santos) e, ainda, do Trófeu Wilkinson de Crosscar, cuja classificação final foi liderada por Alexandre Durão, Carlos Ribeiro e Alcides Calçada.

De recordar que, na sua quarta edição, a prova de Murça do Campeonato Europeu ficou marcado, este ano, por outra novidade: a promessa de que, já para a edição do próximo ano, serão investidos cerca de 200 mil euros, num projecto de recuperação urbanística do Santuário de São Domingos que prevê, entre outras intervenções, a construção de balneários e o alargamento do “Paddock”, o que vai trazer, ainda, melhores condições, para a pista murcense.

 

Maria Meireles

-PUB-

APOIE O NOSSO TRABALHO. APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

Mais lidas

A Imprensa livre é um dos pilares da democracia

Nota da Administração do Jornal A Voz de Trás-os-Montes

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.