Sexta-feira, 20 de Maio de 2022

Alijó lança campanha de utilização racional de água

“Gota a gota, não seque esta ideia”. Este é o mote para a campanha que o município de Alijó vai lançar de forma a desafiar a população a ganhar hábitos diários de utilização racional de água.

Em comunicado, a autarquia refere que o objetivo passa por garantir o nível do abastecimento de água em quantidade e em qualidade nos próximos meses, numa altura em que a ausência de precipitação começa a dar sinais de ameaça de seca.

O presidente da Câmara Municipal de Alijó, José Paredes, sublinha que “é fundamental começarmos a poupar já hoje a água de amanhã. Temos de ter consciência de que a água não é um bem ilimitado e que deve ser utilizada de forma moderada e consciente”.

O nível de armazenamento da barragem de Vila Chã, que abastece grande parte do concelho de Alijó, encontrava-se, em janeiro, a 58% da sua capacidade. “É um número bastante abaixo da média para esta época do ano. Ainda que não seja crítico, é fundamental iniciar já esta campanha de sensibilização para a utilização racional de água, de modo a garantir o abastecimento nos meses mais quentes”, defende José Paredes.

A campanha “Gota a gota, não seque esta ideia” foi lançada pelo município inicialmente em 2018 e é agora recuperada para relembrar e motivar a população de quais os comportamentos responsáveis que podem e devem ser adotados durante todo o ano.

O município vai divulgar vários conselhos práticos que irá fazer chegar à população através da fatura da água, das redes sociais e em locais públicos, com o objetivo de “sensibilizar para o valor da água e para a importância de abandonar hábitos de desperdício”.

-PUB-

APOIE O NOSSO TRABALHO. APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

Mais lidas

A Imprensa livre é um dos pilares da democracia

Nota da Administração do Jornal A Voz de Trás-os-Montes

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.