Quarta-feira, 20 de Outubro de 2021

António Rodrigues conquista mais um pódio

Com a realização do Rali de Vila Real, terminou mais uma época do Campeonato OPEN de Ralis. Com a responsabilidade da sua organização, a cargo do Clube Automóvel de Vila Real, esteve a um excelente nível, quer no plano desportivo, quer no organizativo, tendo sido alvo dos melhores elogios por parte da maioria da imprensa que acompanhou a prova, que apesar do “mau tempo que se fez sentir no fim-de-semana” foi acompanhada de um grande numero de publico, principalmente nas zonas espectáculo.

-PUB-

Quem não se incomodou com o tempo chuvoso, que se fez sentir, foi o jovem piloto de Murça António Rodrigues, que impôs desde início um ritmo muito forte, sendo batido após os 4 troços que compunham a 1ª etapa, por apenas 5,4s pelo espanhol Jesus Ferreiro no seu espectacular Porsche 911 Carrera RS, superiorizando-se a todos os pilotos que conduziam carros 4×4, o que diz bem do ritmo imposto pelo piloto duriense, confirmando mais uma vez as suas excepcionais capacidades em conduzir em pisos escorregadios.

Na 2ª etapa, decorrida no domingo, contra as previsões anunciadas, o dia esteve mais solarengo, que fez com que os pisos começassem a ficar mais secos, aliado às características dos troços serem mais rápidos beneficiando os carros de maior potência, tornou-se uma tarefa mais difícil para o piloto de Murça, defender o 2º lugar e seria apenas no ultimo troço do rali, que viria a ceder esse lugar para o actual campeão nacional do Open de Ralis 2010, Manuel Coutinho, que depois de resolvidos os problemas sentidos no seu Mitsubishi EVO VI no dia de sábado, encetou uma espectacular recuperação até ao 2º lugar do pódio.

O Rali de Vila Real foi totalmente dominado pelo espanhol do Porsche 911, Jesus Ferreiro, seguido pelo Mitsubischi EVO VI de Manuel Coutinho e em 3º lugar, António Rodrigues. Com este resultado o piloto de Murça, conseguiu alcançar o 3º lugar do campeonato das 2 rodas motrizes.

“O nosso objectivo para este rali era tentarmos ascender ao 3º lugar do Campeonato das 2RM e foi nesse sentido que nos concentramos. Com o tempo de chuva sabíamos que a desvantagem para os carros 4×4 iria ser reduzida, mas nunca pensei que na 1ª secção do rali pudéssemos andar a discutir o rali com um Porsche e andar à frente de todos os 4×4. Desde início, sentimos o carro muito equilibrado, por isso pude imprimir aquele ritmo que o “cronómetro” acabou por mostrar, foi muito bom e deu-nos muito gozo, termos “voado baixinho” para este público maravilhoso.

Com este ritmo, permitiu-nos andar no 2ª lugar da geral até ao último troço do rali, perdendo essa posição para o Manuel Coutinho. Os dois últimos troços já estavam completamente secos e foi impossível evitar a recuperação espectacular que ele fez nesta 2ª etapa.

Mesmo assim fiquei muito satisfeito por, mais uma vez, ter conseguido ir ao pódio e ter acabado em 3º no campeonato nessa categoria.

 

Coutinho e Babo

conquistam objectivos

Segundo o piloto do Marco de Canavezes “chegámos ao final deste Campeonato com a sensação de dever cumprido. Começámos a temporada com a ambição de sermos Campeões e penso que é um prémio justo para toda a equipa tê­-lo conseguido. Não poderei deixar de agradecer a todos os patrocinadores que nos apoiaram este ano, bem como agradecer todo o empenho de cada elemento da nossa equipa, sem os quais não teria sido possível chegar ao título.”

No final do Rali de Vila Real, Manuel Babo era quem mais motivos tinha para comemorar, dizendo que “quando na fase inicial do Rali tivemos problemas de caixa e transmissão, cheguei a ver o título de navegadores fugir-me das mãos! Atrasamo­-nos muito mas, graças a um fantástico trabalho da nossa equipa de assistência foi possível continuarmos em prova e comemorar o Campeonato com um 2º lugar “tirado a ferros” na última especial”.

 

CLASSIFICAÇÃO FINAL

Rali de Vila Real:

1º Jesus Ferreiro/Daniel Basques – Porsche 911 Carrera RS – 45m 36, 6

2º Manuel Coutinho/Manuel Babo – Mitsubishi EVO VI – 45m 57, 8

3º António Rodrigues/J. Carvalho – Peugeot 206 Gti – 46m 19, 5

4º Fabricio Lopes/Pedro Vaz – Peugeot 206 Gti – 49m 04, 6

5º Salvador Gonzaga/Paulo Lopes – Peugeot 206 Gti – 49m 08, 0

6º Manuel Martins/Rui Vilaça – Peugeot 206 Gti – 49m 57, 9

-PUB-

APOIE O NOSSO TRABALHO. APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

Mais lidas

ÚLTIMAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.