Quarta-feira, 4 de Agosto de 2021
©DR

BCVR não consegue subida à Primeira Divisão

JUVEMAIA, 56 | BCVR, 47

-PUB-

A equipa do Basket Club de Vila Real (BCVR) deixou fugir a possibilidade de ascender ao Campeonato Nacional da 1.ª Divisão de basquetebol (CNB1), ao ser derrotado pela JUVEMAIA por 56-47, na primeira partida da final four da zona norte, disputada em Ílhavo. No segundo jogo da final, o FC Gaia venceu o Anadia e assegurou a segunda vaga da final da zona norte, garantindo igualmente o seu lugar na CNB 1 da próxima época.

Como era esperado, o jogo foi muito equilibrado e discutido. O começo da partida revelou um grande nervosismo de ambas as equipas, que se mostraram mais competentes a defender do que a atacar. Foi preciso esperar cerca de 3 minutos para ver o primeiro cesto da partida, o que revela o predomínio das defesas e o desacerto do lançamento. A toada da partida não se alterou no segundo período, apesar de um ligeiro ascendente da equipa maiata e do melhor aproveitamento ofensivo, que permitiu alcançar uma vantagem de 8 pontos ao fim da primeira parte.

No regresso dos balneários, a história do jogo não sofreu mudanças significativas. No início do terceiro período voltou o desacerto ofensivo das duas equipas, que passaram mais de 5 minutos sem qualquer ponto. A pontuação de ambos os conjuntos foi baixa e o tempo jogou a favor dos maiatos, que foram controlando os acontecimentos. Os vila-realenses mostraram algum nervosismo e os erros foram se acumulando, o que acabou por deixar a sensação de que noutras condições, o jogo poderia pender a seu favor.

-PUB-

APOIE O NOSSO TRABALHO.
APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

Mais lidas

ÚLTIMAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.