Terça-feira, 17 de Maio de 2022

Bombeiros de Provesende com nova Equipa de Intervenção Permanente

Associação humanitária reforça segurança com uma segunda EIP, em que os custos serão suportados pela autarquia de Sabrosa e pela Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil

Os Bombeiros Voluntários de Provesende, no concelho de Sabrosa, contam com mais uma Equipa de Intervenção Permanente (EIP), somando agora duas equipas, com cinco elementos cada.

A EIP vem aumentar a capacidade de resposta e assegurar em permanência a segurança dos munícipes do concelho, como explicou o comandante da corporação José Silva. “As principais atividades estão relacionadas com o socorro, acidentes, incêndios urbanos e florestais. A equipa está preparada para atuar em qualquer destas situações, em que conseguimos ter uma cobertura de 16 horas, cada uma com oito horas diárias”.

Com o aumento da capacidade operacional da corporação, o comandante refere que se sente “muito orgulhoso”, porque sabe que a população está agora “muito mais segura”. “Não temos de estar com a preocupação com quem temos de chamar para ajudar. Nas horas mais difíceis do dia, em que é mais complicado recrutar voluntários, sabemos que estamos cobertos com mais uma equipa profissional”.

José Silva lembra ainda o “risco elevado” na sua área de atuação, sobretudo a zona sul do concelho que “tem um potencial muito grande de ocorrências de diversos tipos, uma vez que são milhares de turistas que atracam no rio, temos muita gente a trabalhar nas quintas, dezenas de tratores a circular, para além da circulação na Estrada 323”.

A nova EIP conta com o apoio da autarquia, que irá suportar metade das despesas, nomeadamente com remunerações e contribuições para a Segurança Social dos cinco elementos, enquanto a outra metade será da responsabilidade da Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil (ANEPC).

As EIP atuam no combate a incêndios, socorro às populações em caso de incêndios, inundações, desabamentos, abalroamentos e em todos os acidentes ou catástrofes. Fazem ainda socorro a náufragos, socorro complementar, em segunda intervenção, desencarceramento ou apoio a sinistrados no âmbito da urgência pré-hospitalar, não podendo substituir-se aos acordos com a autoridade nacional de emergência médica.

Fazem ainda minimização de riscos em situações de previsão ou ocorrência de acidente grave, colaboração em outras atividades de proteção civil, no âmbito do exercício das funções específicas que são afetas aos corpos de bombeiros.

VOLUNTÁRIOS

Em contraciclo com a falta de voluntários que muitas associações humanitárias sentem, em Provesende esse não é um problema. “Neste momento, não temos falta de voluntários. Ainda há pouco formamos mais 12 bombeiros, que foram promovidos no nosso aniversário, sendo que 90% são oriundos da freguesia”, revela José Silva.

Neste momento, a associação humanitária conta com 55 elementos, sendo que 16 são profissionais.

José Silva garante que os bombeiros de Provesende vivem uma situação “financeira estável”. “Apesar de alguns serviços serem pagos tardiamente, temos investido em meios e equipamentos. Ultimamente, adquirimos um carro especial de combate a incêndios, que irá fazer incêndios urbanos e apoio florestal. E encomendamos uma nova ambulância de emergência”.

A apresentação da nova EIP contou com a presença de Helena Lapa, presidente da Câmara Municipal de Sabrosa e também com o 1º e 2º CODIS, Luís Fonseca e Artur Mota, respetivamente.

-PUB-

APOIE O NOSSO TRABALHO. APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

Mais lidas

A Imprensa livre é um dos pilares da democracia

Nota da Administração do Jornal A Voz de Trás-os-Montes

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.