Segunda-feira, 25 de Outubro de 2021

Caixa Solidária na Avenida para ajudar quem mais precisa

“Leve o que precisar, deixe o que puder”.Este é o lema da iniciativa que pretende levar alimentos a quem mais precisa em tempos de pandemia.

-PUB-

Em Vila Real, a primeira caixa foi colocada por Susana Pereira na Avenida Carvalho Araújo, à entrada do quiosque do senhor Fernando.

Susana Pereira revelou à VTM que a ideia surgiu depois de a irmã lhe lançar o desafio que viu num programa de televisão da SIC. “A minha irmã viu que era uma iniciativa interessante a nível nacional e disse-me: porque não colocarmos em prática aqui em Vila Real”? 

E assim foi. Na terça-feira, como no bairro onde moram não sentiram necessidades desta natureza, decidiram colocar a caixa solidária em frente ao quiosque de uma amiga na Avenida Carvalho Araújo, que é uma das mais movimentadas da cidade e está ao lado de uma paragem de autocarro. 

“O conceito passa por deixar uma simples caixa com produtos que as pessoas podem colocar e as que mais precisam levar para casa”, explicou Susana Pereira, adiantando que as pessoas que quiserem dar devem colocar na caixa bens alimentares e produtos de higiene. Depois as pessoas que necessitem podem abrir a caixa e levar o que precisarem. “Não existe qualquer controlo, não queremos saber quem necessita de alimentos. A caixa fica durante a noite e o objetivo é mesmo ajudar”.

Nos primeiros dias, as duas irmãs e os amigos do quiosque eram praticamente os únicos a colocar bens na caixa solidária, mas o objetivo é que mais pessoas se juntem ao gesto simples que pode fazer a diferença na vida de muitos que passam por momentos mais difíceis na atual conjuntura, que a pandemia veio criar.  

Neste momento já existem centenas de caixas solidárias espalhadas pelo país e mais poderão surgir, para isso basta arranjar um caixa e colocar num local visível para que mais pessoas se possam juntar à iniciativa solidária. “Qualquer pessoa se pode associar à iniciativa e colocar caixas espalhadas pelo seu bairro, evitando deslocações para ajudar o outro. É um gesto simples que pode ajudar os mais carenciados”. 

-PUB-

APOIE O NOSSO TRABALHO. APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

Mais lidas

ÚLTIMAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.