Segunda-feira, 2 de Agosto de 2021
©DR

Carrazeda de Ansiães investe 1,5 milhões de euros na criação de estruturas e serviços de apoio ao turismo

São 11 os projetos que em 2021 vão reforçar as estruturas e serviços de apoio ao turismo em Carrazeda de Ansiães.

-PUB-

Projetos que se vão desenvolver em áreas tão distintas como ações de valorização e preservação do património cultural, edificado e religioso assim como na criação de infraestruturas de receção ao visitante vocacionadas para o enoturismo e para a promoção do bem-estar físico.

O plano municipal de atividades para 2021, prevê entre outras apostas, a ampliação do Museu de Memória Rural com a construção, na aldeia de Seixo de Ansiães, de mais um Núcleo Museológico dedicado ao ofício do Ferreiro e do Ferrador. Aqui vão ser expostos objetos que aliados a conteúdos multimédia vão evocar essas duas ocupações permitindo ao visitante uma fácil interpretação e visualização dos materiais expostos.

Na área da recuperação do património edificado prevê-se a reabilitação do antigo balneário termal do S. Lourenço, dotando-o de condições de higiene e de usufruto incorporando ainda elementos que permitam a sua contextualização histórica e preservação da componente imaterial das suas memórias.

Estão previstas também a realização de ações de valorização paisagística e ambiental nos Santuários da Senhora da Saúde, no Mogo de Malta e da Senhora da Costa, em Seixo de Ansiães assim como o arranjo paisagístico da área envolvente à Anta de Zedes.

O plano de atividades municipais contempla ainda uma verba, de cerca de 200 mil euros, para a recuperação do património religioso prevendo-se realizar intervenções ao nível da conservação e restauro de elementos arquitetónicos e artísticos em várias igrejas, com particular destaque para a recuperação de altares, tetos, retábulos, entre outros. A valorização deste património municipal engloba também a criação de um circuito de visitação através da constituição de duas rotas artísticas, a do Românico e do Barroco, que vão tornar possível ao turista ter acesso a conteúdos temáticos disponibilizadas em suporte digital através de uma app mobile.

No turismo natureza vão ser criados cinco trilhos pedestres nas aldeias de Linhares, Ribalonga, Vilarinho da Castanheira e Pinhal do Douro e assim dar continuidade ao investimento já feito nas aldeias do Castanheiro do Norte do Pombal, permitindo ao visitante usufruir das magníficas paisagens do Alto Douro Vinhateiro, Património Mundial.

Em 2021 vão ainda ser implementadas ações que decorrem da aprovação de três candidaturas intermunicipais, uma delas prevê a construção, em Carrazeda de Ansiães, de um centro de acolhimento ao visitante direcionado para o enoturismo.

O “Wine Tourism Welcome” está vocacionado para a divulgação e venda de vinho dos produtores locais. Este projeto prevê a criação de uma nova rota intermunicipal de enoturismo materializada na construção de um posto físico de informação, divulgação, degustação e venda estando ainda incluída nesta rota a oportunidade de visitação dos espaços de produção.

A “Grande Travessia BTT do Douro Internacional e Vinhateiro” é o segundo projeto intermunicipal de relevo, que prevê a criação de uma rota de 275 km ao longo do Douro para a prática de BTT, a nível nacional e internacional. O circuito vai ser repartido por seis etapas, cada uma com início e fim em cada um dos concelhos que a integram e que vão dispor de balneários, sanitários e estações de serviço para lavagem de bicicletas. Este projeto tem o objetivo de trazer para o território praticantes de BTT aumentando desta forma a abrangência da oferta turística regional.

Ainda na área da exploração dos recursos endógenos foi criada a “Rota do Saber Fazer” criando uma ligação entre os operadores turísticos e os detentores das práticas de carácter artesanal. Este projeto pretende criar condições para o exercício sustentável da produção artesanal através da inclusão dos saberes tradicionais em contexto de turismo experimental.

Trata-se de uma aposta forte na área do turismo que visa criar condições para que os ativos existentes sejam aproveitados e explorados gerando emprego e mais-valias económicas para o território.

-PUB-

APOIE O NOSSO TRABALHO.
APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

Mais lidas

ÚLTIMAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.