Terça-feira, 15 de Junho de 2021
©DR

Ciclo das Peeiras traz a debate a igualdade de género

Iniciativa surgiu em 2018 pelas mãos da produtora cultural flaviense Indieror com o objetivo de colocar em debate, temas como a igualdade de género e o poder da mulher na área da música

-PUB-

A trompetista portuguesa Jéssica Pina esteve em Chaves, no seu regresso aos palcos, depois de uma paragem de alguns meses devido à pandemia de Covid-19, onde integrou o Ciclo das Peeiras, com um concerto no Auditório do Centro Cultural. Uma iniciativa promovida pela produtora cultural Indieror e que tem trazido à cidade flaviense mulheres ligadas à música para colocar a comunidade local a debater o tema da igualdade de género, e em particular, o poder da mulher na área. 

“Fico muito feliz por voltar aos palcos e poder partilhar com o público aquilo que mais gosto de fazer. E mais incrível é saber que estou a dar a cara por uma iniciativa que toca em temas tão especiais como a igualdade de género”, disse, à VTM, a artista de 28 anos antes do concerto e depois de ter estado à conversa com uma turma do 9º ano de uma das escolas da cidade, onde partilhou a sua experiência e o seu percurso como profissional de uma área onde nem sempre é fácil singrar. 

“A mulher tem ganho cada vez mais destaque em várias áreas da sociedade, não há limite. Para mim é muito importante passar essa mensagem e saber que posso contribuir para que alguém se inspire e siga o seu caminho sem medo de arriscar. É isso que eu faço”, salientou a trompetista que, durante nove meses, integrou a digressão Madame X World Tour da Madonna. 

O Ciclo das Peeiras é da responsabilidade da Indieror que, desde 2018, tem colocado a comunidade local, através de várias atividades, a falar do empoderamento feminino e do poder da mulher na sociedade, especialmente na música. 

“Surge no conceito de querermos mostrar o poder das mulheres e que a mulher também está no mundo da música”, explicou Tiago Ribeiro, acrescentando que a programação não se cinge apenas aos concertos, mas que ultrapassa as portas do Auditório do Centro Cultural de Chaves, com idas a escolas e com a realização de debates com a comunidade. 

Associada à Indieror nesta iniciativa está o “He For She”, um movimento criado em 2014 pelas Nações Unidas e que promove também a igualdade de género. 

“É importante falar-se de coisas que não se falam todos os dias, de direitos humanos, LGBT, direitos da mulher e da desigualdade de género. Queremos falar com toda a gente, não só com os mais jovens, mas também com os mais velhos porque é uma coisa que ultrapassa gerações”, referiu, à VTM, Maria Medeiros, membro da “He for She”,  que acompanhou Jéssica Pina na visita à escola. 

No concerto, com pouco mais de uma hora, a artista apresentou o seu reportório como trompetista ao qual recentemente acrescentou a sua voz. 

O QUE É UMA PEEIRA?

Segundo a lenda, peeira, ou fada dos lobos, é o nome que se dá às jovens que se tornam guardadoras ou companheiras de lobos. Elas são a versão humana e feminina do lobisomem e têm o dom de comunicar e controlar alcateias. 

“Associamos o lobo a uma criatura má e não é verdade. Queremos desmistificar isso”, explicou Tiago Ribeiro quando questionado sobre a escolha do nome “peeira” para o ciclo. 

“Temos que celebrar as mulheres no mundo da música e o facto de haver autoras e cantautoras a fazer um trabalho tão ou mais relevante que os homens”. [/block]

APOIE O NOSSO TRABALHO.
APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

Mais lidas

ÚLTIMAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.