Sexta-feira, 3 de Dezembro de 2021
Levi Leandro
Engenheiro. Colunista n'A Voz de Trás-os-Montes

CMVR “Magia” nos Contratos Programa…

Em 28/11/18, escrevi num jornal concelhio, o seguinte: “A CMVR aprovou em 5/11/18, um Contrato Programa (CP) no valor de 15.000€ para financiar “A Remodelação de um Bar” de uma “Associação de Festas de Lordelo, designada LordeFest (LF).

-PUB-

Esta associação, com sede num edifício da Junta de Freguesia de Lordelo, solicitou à autarquia um apoio financeiro no valor de 26.000€, fundamentando o pedido dizendo a referida infraestrutura, é utilizada como apoio às feiras de gado realizadas quinzenalmente e de fundamental apoio, na realização da feira de Santo António incluída nas festas da Cidade de Vila Real”. Ora a LF apresentou um orçamento de 35.000€, validado pela respetiva Divisão Técnica da CMVR, dispondo de 5.000€ (?) de capitais próprios, para investir na obra, para de quinze em quinze dias, utilizar o bar, para privados e numa semana no ano, participar nas festas da cidade. Para concluir esta “Remodelação” orçamentada em 35.000€, ainda faltam 15.000€… Onde estão? 

Surpreendido ou não, em 20/5: foi aprovado em reunião de câmara, mais um CP para a LF “Concluir as Obras da Cozinha”, a autarquia, atribuiu-lhes um subsídio no montante de 6.000€. No primeiro CP faltavam 15.000€, no segundo CP o valor orçamentado (15.750€), foi idêntico ao capital em falta do primeiro, coincidência … 

Face à “duplicação” de subsídios atribuídos, analisemos uma tabela para melhor compreensão sobre o financiamento (em baixo).

Como munícipe custa-me entender que haja uma “Remodelação de um bar”, sem um equipamento imprescindível no seu funcionamento (cozinha) e que seis meses mais tarde, a LF venha solicitar   mais um apoio, através dum CP no valor de 15.750€, para “Concluir a Cozinha”… Ora, aparentemente, um orçamento inicial de 35 mil euros, passou para mais de 50 mil euros, situação difícil de entender e que deixa dúvidas, ou não, como vão “obter” 24.750€ para suprir o “Capital em Falta”, fazendo parecer estes CP “os verdadeiros CP da mixórdia”… 

Esta situação, contraria eventualmente, as duas expressões preferidas do Sr. Presidente da Câmara, “politica é um ato sério” e “aqui é tudo feito com transparência”… NB: Solicitem à Junta de Parada de Cunhos para elaborar um CP para “Remodelar os balneários do Monte da Forca”. O Abambres SC adquiriu uma viatura nova por 24.990€ e a CMVR atribuiu-lhe um subsídio de 5.500.00€. Quem disse que a vida é justa?…

 

 

Mais Lidas

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.