Quarta-feira, 6 de Julho de 2022

Crianças aprendem a fazer música através do “lixo”

No âmbito do XIII Simpósio Internacional de Arte e Ambiente, a Agência de Ecologia Urbana acolheu um workshop que ensinou os mais novos a usarem “o lixo” para fazerem música.

Aquilo que para nós é lixo, para Paulo Coelho de Castro serve para fazer música, seja que material for. Usa garrafas de plástico, tubos, embalagens de detergente, tampas, garrafões, copos de iogurte ou chaves, por exemplo, para reproduzir vários sons.

Artigo exclusivo PREMIUM

Tenha acesso ilimitado a todos os conteúdos do site e à edição semanal em formato digital.

Se já é PREMIUM,
Aceda à sua conta em

-PUB-

APOIE O NOSSO TRABALHO. APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

Mais lidas

A Imprensa livre é um dos pilares da democracia

Nota da Administração do Jornal A Voz de Trás-os-Montes

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.