Terça-feira, 11 de Maio de 2021
©DR

DGS anuncia nova subida do Rt num dia com mais duas mortes e 271 novos casos

O índice de transmissibilidade (Rt) nacional do novo coronavírus em Portugal subiu hoje para 1,04 e a incidência de casos por 100.000 habitantes nos últimos 14 dias atingiu 70, segundo dados oficiais hoje divulgados.

Os números anteriores destes indicadores, divulgados na sexta-feira, apontavam para um Rt nacional de 1,02 e uma incidência de 65,7.

No boletim epidemiológico conjunto da Direção-Geral de Saúde e do Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge (INSA) divulgado hoje, os números relativos só ao continente aumentam também de 1,02 para 1,03 no que diz respeito ao Rt e de 63,8 para 67,4 em relação ao valor médio de casos de infeção por 100.000 habitantes nos últimos 14 dias.

No sábado, no relatório de monitorização de ambas as entidades, estimava-se que Portugal poderá atingir 120 novos casos de covid-19 por cada 100.000 habitantes em dois ou mais meses.

Estes indicadores são os critérios definidos pelo Governo para a avaliação contínua do processo de desconfinamento iniciado em 15 de março.

Em 11 de março, na apresentação do plano de desconfinamento, o primeiro-ministro, António Costa, afirmou que as medidas da reabertura serão revistas sempre que Portugal ultrapassar os “120 novos casos por dia por 100 mil habitantes a 14 dias” ou sempre que o Rt – o número médio de casos secundários que resultam de um caso infetado pelo vírus – ultrapasse 1.

Portugal regista, ainda, hoje mais duas mortes relacionadas com a covid-19 e 271 novos casos de infeção com o novo coronavírus, segundo o boletim Direção-Geral da Saúde (DGS), que indica um aumento no número de internamentos.

Segundo o boletim epidemiológico, divulgado hoje pela DGS, estão internados 479 doentes em enfermaria, mais 13 do que no domingo, e 119 nos cuidados intensivos, mais seis.

Os dados revelam também que 445 pessoas foram dadas como recuperadas, fazendo subir para 785.063 o número total desde o início da pandemia em Portugal, em março de 2020.

 

APOIE O NOSSO TRABALHO.
APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

Mais lidas

ÚLTIMAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.