Quinta-feira, 11 de Agosto de 2022

Encontrados corpos de dois idosos carbonizados

Um casal de idosos foi encontrado morto dentro de um carro na localidade de Penabeice, freguesia de Jou, concelho de Murça

-PUB-

Um casal de idosos faleceu, esta tarde, na aldeia de Penabeice. De acordo com o presidente da Câmara Municipal de Murça, Mário Artur Lopes, que confirmou a informação à VTM, os corpos foram encontrados dentro de um carro carbonizado nesta localidade, sendo que o alerta foi dado pelas 17h12.

De acordo com o Capitão Novais, Oficial de Serviço à sala do Comando da GNR de Vila Real, “temos a constatar um despiste rodoviário, no entanto, ainda não podemos avançar qualquer tipo de causa. Vamos proceder à inerente investigação para perceber o que motivou o acidente”.

Segundo avança a agência Lusa, o casal de idosos que seguia na viatura, com idade superior a 80 anos, terá sofrido “um despiste seguido de capotamento”, disse a Proteção Civil.

“Neste momento, a GNR está no local a fazer a recolha e a apurar as circunstâncias factuais em que o acidente se deu”, afirmou o comandante da Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil (ANEPC), André Fernandes, no ‘briefing’ desta noite realizado na sede da ANEPC, em Carnaxide, Oeiras.

Em declarações à VTM, o Capitão Novais, referiu tratar-se “de uma zona muito fustigada pelo incêndio e, portanto, ainda não é possível validar certos dados com grau de certeza”. De momento, “ainda temos elementos no local a efetuar as diligências necessárias à investigação”, destacou.

O comandante da ANEPC incluiu os dois mortos no balanço das vítimas mortais registadas em consequência dos incêndios desde o dia 7 de julho, o que eleva o total para três, incluindo-se aqui morte de um piloto na sexta-feira, em Vila Nova de Foz Côa, após a queda da aeronave em que seguia, um avião anfíbio médio ‘FireBoss’.

-PUB-

APOIE O NOSSO TRABALHO. APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

COMENTAR FACEBOOK

Mais lidas

A Imprensa livre é um dos pilares da democracia

Nota da Administração do Jornal A Voz de Trás-os-Montes

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.