Segunda-feira, 26 de Julho de 2021

Ensino focado nos valores e cidadania

ESPECIAL ENSINO — Agrupamento de Escolas Emídio Garcia

-PUB-

Formar cidadãos ativos e com espírito crítico é a principal missão do Agrupamento de Escolas Emídio Garcia. Nasceu em 1853, e numa procura incessante pela excelência, assume-se como uma escola para o futuro, onde sem esquecer o passado e as suas raízes procuram evoluir para projetar “um futuro melhor para toda a comunidade escolar”. O que os distingue é, segundo Carlos Fernandes, adjunto da Direção, a política de cidadania e a cultura de proximidade que desenvolvem junto dos seus alunos. “Aquilo que é curricular qualquer escola oferece.  O que nos diferencia é o culto por esta cidadania e cultura de proximidade, com o objetivo de formar alunos que sejam cidadãos mais livres, críticos e que reconheçam que a convivência entre todos pode levar aos elementos de valor que são importantes na educação”, destaca. 

Com cerca de 2000 alunos, e com uma oferta formativa que vai desde o pré-escolar ao ensino secundário (regular e profissional), esta instituição promove, anualmente, um conjunto de atividades curriculares e extracurriculares diversificado, com foco naquilo que é importante para o “desenvolvimento natural dos alunos” e de forma a envolver toda a comunidade educativa, fortalecendo as competências ligadas às múltiplas literacias.

O desporto escolar, com uma forte ligação à área da dança, e o protocolo com o Conservatório de música de Bragança, que permite “uma oferta formativa direcionada para o ensino da música”, são duas das atividades mais emblemáticas do Agrupamento de Escolas Emídio Garcia.

-PUB-

APOIE O NOSSO TRABALHO.
APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

Mais lidas

ÚLTIMAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.