Quinta-feira, 29 de Setembro de 2022

Etapa do Circuito Nacional Smashtour

A Duluténis acolheu mais uma etapa do Circuito Nacional Smashtour, destinada a todos os atletas Sub-10.

-PUB-

Debaixo de um tempo “primaveril”, a competição disputou-se em três escalões: sub-7 (escalão vermelho), sub-9 (escalão laranja) e sub-10 (escalão verde). Num total de 24 atletas, vindos de vários clubes do norte do país, a equipa da casa fez-se representar por três jogadores: Miguel Campeão, Francisco Ribeiro e João Martins.

No escalão vermelho, os atletas formaram um grupo e jogaram num sistema de “todos-contra-todos”. Num sistema competitivo “à melhor de 3 tie-breaks”, António Bacaltchuc Ribeiro (LTC Foz) foi o grande vencedor ao ficar em primeiro lugar do grupo com 4 vitórias. Em segundo lugar ficou o atleta vila-realense Miguel Campeão. Nos restantes dois lugares do pódio ficaram Hugo Barra (CT Águeda) e João Forte (Lousada TA).

No escalão laranja, os atletas formaram dois grupos que apuravam os dois melhores classificados para disputar as meias-finais. Num sistema de contagem designado de ‘short set’ (partida até aos quatro jogos) e com ponto de ouro nos quarenta iguais, Duarte Pinheiro (CT Porto) foi o grande vencedor ao derrotar na final Dinis Oliveira (CT Guimarães).

Em terceiro e quarto lugar ficaram os jogadores João Forte (Lousada TA) e Lukas Kustra Mano (CT Espinho), respetivamente.

No escalão verde, os atletas distribuíram-se por três grupos. Todos os jogos foram igualmente disputados num sistema ‘short set’. Os dois melhores de cada grupo apuravam-se para jogar os quartos-de-final.

À final chegaram Tiago Arez (OPorto Cricket LTC) e Francisco Seixas (OPorto Cricket LTC). Arez foi o mais forte e sagrou-se o vencedor.

Em terceiro e a quarto lugar ficaram Francisco Esperança Maravilha (ET Maia) e João Martins (Duluténis), respetivamente. De ressalvar Francisco Ribeiro (Duluténis) que, apesar de uma boa prestação, não conseguiu ultrapassar a fase de grupos.

-PUB-

APOIE O NOSSO TRABALHO. APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

COMENTAR FACEBOOK

Mais lidas

A Imprensa livre é um dos pilares da democracia

Nota da Administração do Jornal A Voz de Trás-os-Montes

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.