Quarta-feira, 6 de Julho de 2022

Favo das Artes com maioria dos espetáculos lotados

Um ano depois de ter aberto portas, o Favo das Artes – Casa da Cultura, em Mondim de Basto, acolheu mais de 80 espetáculos, de diversas áreas.

Tiago Alves, diretor artístico do espaço, fala num ano positivo, em que “80% dos espetáculos aqui realizados tiveram lotação esgotada”.

“Quando este espaço foi aberto, a ideia é que permitisse a expressão de todo o tipo de linguagem artística. Tentámos criar as condições para que todas elas pudessem marcar presença. Ao longo deste ano, temos tido o cuidado de ter espetáculos para todos os gostos”, admite.

Além disso, “há ainda workshops com as escolas e com idosos, dando-lhes a conhecer a dinâmica por detrás dos espetáculos”, salienta o diretor.

“De Sol a Sol”, “OZ – O Musical”, a banda “Cais Sodré Funk Connection” ou o filme infantil “A Fábrica dos Sonhos” foram algumas das iniciativas que serviram para assinalar o primeiro aniversário do Favo das Artes.

APOSTA NA CULTURA

A cultura tem sido uma aposta do executivo mondinense, que apresentou, entretanto, a agenda para os próximos quatro meses. “Já no dia 11, em Travassos, vamos promover uma ação a que demos o nome de “Pão, tradição e companhia”, onde iremos promover o ciclo do pão”, indica Carla Silva, vereadora da cultura, referindo que “há tradições que não podemos deixar morrer”.

“Queremos, por um lado, trazer vários públicos ao Favo das Artes, mas também levar a arte a outros locais. Prova disso é que todas as quartas-feiras vamos ter espetáculos fora do Favo das Artes”, destacando um projeto “muito ambicioso, em que pretendemos ir a todas as freguesias levar uma série de manifestações artísticas. É uma forma de aproximar a população da cultura”.

FESTAS

No mesmo dia, e à margem de uma conferência de imprensa relativa ao primeiro aniversário do Favo das Artes, o presidente da Câmara de Mondim de Basto anunciou o regresso das festas do concelho, de 22 a 25 de julho, e da Noite dos Romeiros de S. Tiago, a 24 de julho. Além disso, “teremos as habituais concentrações de bombos e concertinas e os festivais de folclore”, afirma.

O autarca destaca ainda o regresso da “Feira da Terra, que vai para a 18ª edição, e que decorre de 4 a 7 de agosto”. Já a nível desportivo, destaque para “o Granfondo Drª da Graça, a 19 de junho, e para a etapa da Volta a Portugal em Bicicleta que recebemos no domingo, 14 de agosto, dia em que esperamos mais uma grande moldura humana”.[/block]

-PUB-

APOIE O NOSSO TRABALHO. APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

Mais lidas

A Imprensa livre é um dos pilares da democracia

Nota da Administração do Jornal A Voz de Trás-os-Montes

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.