Domingo, 27 de Novembro de 2022

Investigadora da UTAD quer otimizar preparação do jogador de futebol

Sara Santos vai participar na conferência internacional “Ciência e Futebol”, que é promovida pela Federação Portuguesa de Futebol (FPF)

-PUB-

“Desenvolvimento de comportamentos criativos em futebolistas”, é o tema que Sara Santos, investigadora da Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro (UTAD), vai apresentar na conferência internacional “Ciência e Futebol”, que é promovida pela Federação Portuguesa de Futebol (FPF).

Com uma linha de investigação focada no treino para a criatividade, Sara Santos “quer ajudar treinadores, clubes e entidades reguladoras a otimizar a qualidade do processo de preparação desportiva do jogador de futebol”. Para tal, vai apresentar o Modelo de Desenvolvimento para a Criatividade no Desporto. “Vou mostrar estratégias e cenários variados e completamente inesperados para proporcionar ambientes de aprendizagem desafiantes e imprevisíveis e, assim, potenciar as capacidades adaptativas dos jovens futebolistas”, explica.

Desenvolvido para apoiar os treinadores na criação de ambientes de treino propícios à ocorrência de comportamentos criativos, este modelo mostra a importância de uma prática diversificada durante as etapas iniciais da formação desportiva. “Este modelo tem sido aplicado no Skills4Genius, um programa que tem desenvolvido a criatividade em escolas portuguesas do ensino básico. Desde 2016, já estiveram envolvidas mais de 1500 crianças (entre os 5 e os 10 anos) da região Norte”, revela a UTAD em comunicado.

A conferência “Ciência e Futebol”, que se realiza dia 29 e 30 de abril, reúne vários investigadores nacionais e internacionais em torno da discussão de temas relevantes e emergentes das Ciências do Desporto. E Sara Santos, investigadora do Centro de Investigação em Desporto, Saúde e Desenvolvimento Humano (CIDESD) e docente da UTAD, é uma das oradoras convidadas, o que é também o reconhecimento do seu trabalho. “É com enorme satisfação que participo nesta conferência organizada pela FPF, com especialistas de renome. É uma iniciativa que, pela sua pertinência e oportunidade, possibilitará, certamente, momentos únicos de partilha e de reflexão”, sublinha.

Em 2018, a investigadora foi distinguida pela Creative Education Foundation, com a primeira bolsa Ruth B. Noller a ser atribuída em Portugal. Mais tarde, a Fundação Calouste Gulbenkian selecionou o projeto “Skills4Genius” para integrar a 1ª edição das “Academias do Conhecimento”, sendo agora considerado uma metodologia de referência. Mais recentemente, Sara Santos foi distinguida com o Prémio Investigador Jovem pela UTAD e com o Prémio Ciências do Desporto do Comité Olímpico de Portugal.

-PUB-

APOIE O NOSSO TRABALHO. APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

COMENTAR FACEBOOK

Mais lidas

A Imprensa livre é um dos pilares da democracia

Nota da Administração do Jornal A Voz de Trás-os-Montes

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.