Segunda-feira, 15 de Agosto de 2022

Mais de 300 operacionais combatem chamas no concelho de Chaves

As aldeias de Vilela Seca, Vila Meã e Torre de Ervededo, no concelho de Chaves, são as que inspiram maior preocupação por parte das autoridades no terreno.

-PUB-

O incêndio que, ontem, deflagrou por volta das 14h em Bustelo, no concelho de Chaves, chegou a ser dado como dominado. Contudo, esta tarde, dois reacendimentos voltaram a fazer soar os alarmes.

Vilela Seca, Vila Meã e Torre de Ervededo são, de momento, as aldeias mais afetadas pelas chamas, havendo já várias habitações atingidas, segundo avançou o segundo CODIS da Proteção Civil de Vila Real, Artur Mota.

De acordo com o próprio, ao início da noite não havia populações em risco ou feridos registados.

O incêndio mobiliza 313 operacionais, apoiados por 96 viaturas. Durante a tarde, chegaram a ser oito os meios aéreos a combater as chamas no local.

A Estrada Municipal 507, que liga o concelho de Chaves ao de Montalegre, está cortada ao trânsito.

-PUB-

APOIE O NOSSO TRABALHO. APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

COMENTAR FACEBOOK

Mais lidas

A Imprensa livre é um dos pilares da democracia

Nota da Administração do Jornal A Voz de Trás-os-Montes

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.