Domingo, 3 de Julho de 2022

Meia Maratona do Douro Vinhateiro

No dia 23 de Setembro, terá lugar a II Meia Maratona do Douro Vinhateiro (21 km), a partir da Foz do Rio Távora. Também ocorrerá a Mini Maratona (6 km), com partida da Barragem de Bagaúste. Espera-se a presença de milhares de pessoas, oriundas dos mais diversos locais do país e do mundo. Dez por […]

No dia 23 de Setembro, terá lugar a II Meia Maratona do Douro Vinhateiro (21 km), a partir da Foz do Rio Távora. Também ocorrerá a Mini Maratona (6 km), com partida da Barragem de Bagaúste.

Espera-se a presença de milhares de pessoas, oriundas dos mais diversos locais do país e do mundo. Dez por cento das receitas será entregue ao PROGRID – Projecto de Apoio a Crianças Desfavorecidas.

Os melhores atletas nacionais e estrangeiros lutarão por 15.000€, em prémios. De Portugal, destaque para o consagrado atleta Luís Feiteira, atleta olímpico, Campeão Ibero-Americano, além de detentor de muitos outros títulos. Dos vários atletas estrangeiros, destacamos vários atletas quenianos, um deles já vencedor da Meia Maratona de Málaga e outro que já foi 2.º classificado da Meia Maratona de Lisboa.

As inscrições estão abertas no Dolce Vita Douro, na To-meifel (Régua e Vila Real) e na página da internet www.meiamaratonadouro.com

Refira-se que, no dia 23 de Setembro, Domingo, entre as 10.30 e as 13 horas, o trânsito estará encerrado, na Estrada Nacional 222, que liga o Pinhão ao Peso da Régua. A Avenida do Douro estará também cortada ao trânsito, entre as 7 e as 14 horas.

Todos os participantes deverão chegar o mais cedo possível à cidade do Peso da Régua, seguindo as indicações dos Parques de Estacionamento (Parque das Piscinas, Parque da Sirius e Parque do Tribunal. O levantamento de dorsais terá lugar, na Estação dos Caminhos de Ferro da Régua, nos dias 21 e 22, entre as 10 e as 20 horas e, no dia 23, a partir das 7 horas.

O transporte para os locais da prova será feito em autocarros que conduzirão todos os participantes, a partir das 8 e até às 10.30 horas.

-PUB-

APOIE O NOSSO TRABALHO. APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

Mais lidas

A Imprensa livre é um dos pilares da democracia

Nota da Administração do Jornal A Voz de Trás-os-Montes

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.