Terça-feira, 28 de Setembro de 2021
©DR

Município assina protocolo com os Bombeiros Voluntários

O Município de Lamego assinou, na segunda-feira, um protocolo de colaboração com a Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Lamego (AHBVL) para garantir uma melhor operacionalidade e eficiência no socorro e na proteção de pessoas e bens.

-PUB-

No âmbito deste protocolo, o apoio financeiro a “prestar ascende a um valor anual de 125.635,65€ para comparticipar as despesas de investimento, funcionamento do Corpo de Bombeiros, desgaste do equipamento e material de desgaste e para suportar os custos associados a diversas ações a desenvolver”, explica a autarquia em comunicado.

Com o objetivo de garantir o cumprimento das missões que, no âmbito do Sistema e Proteção Civil, estão confiadas aos bombeiros, o Município de Lamego também “atribui um apoio financeiro adicional, no valor de 112.677,47€, para comparticipar nas despesas relacionadas com a criação de uma nova Equipa de Intervenção Permanente (EIP), para além da equipa já existente. Estas equipas atuam em caso de incêndios, acidentes, catástrofes naturais e outros tipos de eventos. Em simultâneo, este financiamento municipal também se destina à aquisição de uma nova ambulância para reforçar o dispositivo de proteção e socorro do concelho, bem como garantir a realização de operações de limpeza florestal e de caminhos”.

No âmbito da celebração deste protocolo de colaboração, a AHBVL compromete-se a manter uma resposta de prontidão operacional em termos de equipamentos e recursos humanos para intervenção em todo o concelho. “Fica preparada para intervir em operações de prevenção e socorro consideradas pela Câmara Municipal de Lamego de interesse para o Município e ainda de interesse para a defesa de pessoas e bens, sendo o Serviço Municipal de Proteção Civil o elo de ligação entre as duas entidades”.

-PUB-

APOIE O NOSSO TRABALHO.
APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

Mais lidas

ÚLTIMAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.