Sexta-feira, 19 de Julho de 2024
No menu items!

Município de S. João da Pesqueira cria gabinete para ajudar viticultores

Assinado hoje protocolo entre o município e o IVDP

-PUB-

A Câmara Municipal de S. João da Pesqueira e o Instituto dos Vinhos do Douro e Porto (IVDP) assinaram hoje um protocolo de cooperação, com vista à criação de um gabinete que vai permitir aos viticultores e empresas do concelho, tratarem de assuntos sem que tenham de se deslocar a uma das sedes do IVDP, que ficam no Porto e em Peso da Régua.

Em comunicado, o município revela que o IVDP terá como principais ações especificas “capacitar e reconhecer” os colaboradores indicados pelo município de S. João da Pesqueira através de ações de formação. Entre os quais receção da documentação para alteração da titularidade/explorador, receção da documentação para atualização de parcelas de vinha, receção de pedidos de inscrição/ atualização para a atividade económica, consulta e impressão da Ficha de Exploração e da Autorização de Produção e atendimentos aos viticultores e empresas da Região Demarcada do Douro (RDD).

Terá de ainda de garantir, aos colaboradores reconhecidos, o acesso ao sistema informático do IVDP, assim como estabelecer o mapeamento de circuitos de processos e procedimentos através de referencial autónomo”.

O município terá como principais ações especificas disponibilizar meios e recursos para o atendimento aos viticultores e empresas da RDD e indicação dos colaboradores que irão fazer atendimento aos viticultores e empresas.

O protocolo de colaboração foi assinado entre o presidente da Câmara, Manuel Cordeiro, e o presidente do IVDP, Gilberto Igrejas.

O objetivo passa por “estabelecer ações de proximidade junto dos cidadãos e agentes económicos, tendo presente as responsabilidades sociais do município de S. João da Pesqueira e do IVDP dentro da Região Demarcada do Douro.

 

APOIE O NOSSO TRABALHO. APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

VÍDEOS

Mais lidas

ÚLTIMAS NOTÍCIAS