Terça-feira, 17 de Maio de 2022

Padre Alfredo Augusto Silva morre aos 83 anos

Faleceu o padre Alfredo Augusto Silva, que tinha 83 anos. Era natural de Cisterna, freguesia de Quiráz, no concelho de Vinhais, e ingressou no Colégio Salesiano de Mogofores (Poiares da Régua), aos 12 anos.

A celebração das exéquias está prevista para amanhã sexta-feira, pelas 15h00, na igreja matriz de Quiráz, em Vinhais.

Preside cerimónia fúnebre o monsenhor Adelino Fernando Paes, e concelebra um pequeno grupo de sacerdotes.

O padre Alfredo Silva fez o Curso filosófico em Manique e os estudos teológicos no Instituto Teológico Salesiano no Estoril e no Instituto Teológico Salúncar, em Sevilha.

Ordenado presbítero em 26 de março de 1966, por D. Manuel de Almeida Trindade foi docente nas casas salesianas do Estoril, de Lisboa, Vila do Conde e Funchal.

Fez o primeiro curso para Capelães Militares na Academia Militar do Exército e em 1968 parte para Moçambique como alferes capelão. Em 1970 regressa a Lisboa e fica a exercer funções nas Oficinas de S. José.

Foi diretor da Escola Profissional de Santo António (Izeda), das Oficinas de S. José (Lisboa) e do Colégio dos Órfãos, no Porto.

Também foi vice-diretor do colégio do Funchal, passando igualmente pelo Colégio Nossa Senhora da Piedade, em Campello, Alicante (Espanha), pelo Colégio do Estoril, pelo Oratório de S. José, em Évora, e pelo Colégio D. Bosco, em Macau.

Em outubro de 1986 pediu “absentia a domo” e tornou-se pároco em Izeda, Serapicos e Calvelhe, no concelho de Bragança. Mais tarde assume a paroquialidade de Carçãozinho e Vila Boa (anexas de Serapicos), Salsas e Freixeda, bem como as paróquias de Talhas, Talhinhas e Gralhós, no concelho de Macedo de Cavaleiros.

Em 1991 incardina na Diocese de Bragança-Miranda e em 2004 é nomeado pároco de Edral, Gestosa, Quirás, São Jomil, Vilar de Lomba e Vilar Seco de Lomba, no concelho de Vinhais.

No setor social integrou os órgãos da União das IPSS do Distrito de Bragança (2009-2014) e da Pia União Casa do Clero (2017-2022).

Jubilado, residia na Fundação Betânia, em Bragança, desde 22 de novembro de 2019.

 

 

-PUB-

APOIE O NOSSO TRABALHO. APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

Mais lidas

Homem encontrado morto em casa

PREMIUM

Um lar a que todos chamam casa

Homem morre em colisão

Homem morre afogado em Valdanta

A Imprensa livre é um dos pilares da democracia

Nota da Administração do Jornal A Voz de Trás-os-Montes

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.