Quinta-feira, 15 de Abril de 2021
©Luís Amaral

Partido Comunista quer uma “vacinação mais rápida”

Cerca de um ano depois de ter sido detetado o primeiro caso de Covid-19 em Portugal, o país continua confinado, mas para o Partido Comunista Português (PCP) “confinar não resolve”, defendendo que “a vacinação é a solução”.

“É gritante os atrasos que se verificam no fornecimento das vacinas, mas é compreensível. Essas multinacionais farmacêuticas privilegiam o lucro e já receberam o dinheiro, portanto, não têm grande urgência em cumprir os prazos”, afirma Gonçalo Oliveira.

Questionado sobre a proposta do PCP para resolver essa questão, o dirigente foi perentório, “diversificar a compra das vacinas.

Artigo exclusivo PREMIUM

Tenha acesso ilimitado a todos os conteúdos do site e à edição semanal em formato digital.

Se já é PREMIUM,
Aceda à sua conta em

APOIE O NOSSO TRABALHO.
APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

Mais lidas

ÚLTIMAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.