Sábado, 3 de Dezembro de 2022
0,00 EUR

Nenhum produto no carrinho.

Pista do aeródromo pronta para receber aviões  

A Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) já deu autorização para a abertura da pista do aeródromo de Vila Real.

PUB

Vila Em comunicado, a autarquia explica que, após a autorização final por parte da ANAC, “está finalmente concluído o processo de reparação da pista do Aeródromo Municipal de Vila Real”, adiantando que “estão criadas as condições para que a ligação aérea entre Bragança – Vila Real – Viseu – Cascais – Faro seja retomada com normalidade. Está já a decorrer o processo de articulação com a empresa concessionária Sevenair, para que esse objetivo seja alcançado o mais rapidamente possível.

Entretanto, a empresa Sevenair já publicou nas redes sociais que, a partir de segunda-feira, voltará a parar e a levantar na pista vila-realense.

Recorde-se que, em julho de 2019, foi detetado um abatimento do piso da pista e que, por motivos de segurança, a utilização da mesma por aeronaves de asa fixa ficou impedida.

Após uma análise à situação, a autarquia explica que verificou que “lençóis de água subterrâneos haviam arrastado parte do solo que sustentava a pista”, acrescentando que o problema era muito vasto, obrigando à intervenção na quase totalidade da pista, tornando-a efetivamente numa nova pista”.

Acrescentou ainda que este processo “acabou por se arrastar por mais tempo do que o previsto, num calvário que envolveu um concurso público para a obra deserto, vários pareceres das entidades de aviação civil, necessidade do município assegurar a totalidade do financiamento, para além dos inúmeros inconvenientes causados pela pandemia de Covid-19”.

A Sevenair afirmou que era em Vila Real que embarcavam mais pessoas, cerca de 86% da ocupação do avião, com capacidade para 18 passageiros. Sem paragem em Vila Real, a ocupação ficou-se pelos 45% nos últimos anos.

Só nos últimos três anos, e segundo dados da Sevenair, a ligação aérea em causa perdeu quase 5.500 passageiros.

 

PUB

APOIE O NOSSO TRABALHO. APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

COMENTAR FACEBOOK

Mais lidas

A Imprensa livre é um dos pilares da democracia

Nota da Administração do Jornal A Voz de Trás-os-Montes

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.