Sábado, 12 de Junho de 2021

Politécnico de Bragança garante segurança na cantina depois de seis infetados

Instituição garantiu, hoje, que as condições de segurança estão asseguradas na cantina depois de seis trabalhadores terem testado positivo ao novo coronavírus.

-PUB-

O presidente do Instituto Politécnico de Bragança (IPB), Orlando Rodrigues, dirigiu uma comunicação à comunidade académica para “tranquilizar” os utilizadores quanto às refeições na cantina, que continua aberta apesar de os 12 funcionários de um dos turnos que asseguram o serviço se encontrarem em isolamento.

 "Na semana passada foi conhecido um caso de infeção numa trabalhadora da cantina de Bragança”, explica, esclarecendo que, “de imediato, todos os 12 funcionários desse turno ficaram em isolamento e foram testados todos os trabalhadores da cantina”.

“Depois de repetidos alguns testes para confirmação, verificou-se que, no total, estavam infetados seis trabalhadores, todos do mesmo turno”, acrescenta, resumindo que “estão neste momento em confinamento 12 trabalhadores da cantina, incluindo seis com teste positivo”.

Na comunicação à comunidade académica com nove mil alunos, o presidente garante que “tudo está a ser feito quanto à segurança do serviço de alimentação, que tem implementado um sistema de HACCP (sistemas de Análise de Perigos e Controlo de Pontos Críticos), que garante elevados níveis de segurança”.

Na mesma comunicação, o presidente do IPB deixa um “reconhecimento pelo elevado espírito de missão de todos os trabalhadores dos Serviços de Ação Social que têm desempenhado as suas funções em condições particularmente difíceis”.

O presidente do IPB explica ainda que, devido às medidas de contenção da pandemia covid-19, “por razões de segurança, os trabalhadores das cantinas do IPB estão divididos em dois turnos, por forma a que pessoas de turnos diferentes não contactem nem se cruzem entre si”.

"O serviço foi reorganizado, garantindo-se o seu normal funcionamento”, reforça, acrescentando que "para maior segurança, estabeleceu-se ainda um acordo com uma empresa privada que permitirá a qualquer momento, em caso de necessidade, um reforço do número de trabalhadores”, acrescenta.

O presidente do IPB esclarece ainda que os procedimentos na cantina “foram adequados ao risco, tendo sido, em particular, reforçada a desinfeção do espaço e equipamentos entre turnos”.

APOIE O NOSSO TRABALHO.
APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

Mais lidas

ÚLTIMAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.