Quinta-feira, 6 de Maio de 2021

Por que razão o ensino perdeu alunos nos últimos anos?

No artigo que se segue, o foco está na educação e ensino com uma análise, através de dados disponibilizados pela PorData, à realidade das três Comunidades Intermunicipais (CIM) que compõem o território: Alto Tâmega, Terras de Trás-os-Montes e Douro. Uma região que por vários fatores perdeu população e consequentemente alunos no ensino não superior e superior

O sistema educativo português encontra-se regulado pela Lei de Bases do Sistema Educativo e é desenvolvido em três níveis: ensino básico, secundário e superior. O ensino superior português organiza-se num sistema binário que integra o ensino universitário e o ensino politécnico e é ministrado em instituições públicas e privadas. 

Quando abordamos a educação universitária, em Portugal, segundo dados da Direção Geral do Ensino Superior (DGES) existem 105 instituições no total, 71 particulares e 34 públicas, 68 com ensino politécnico e 39 com ensino universitário. Conforme dados da PORDATA, a base de estatísticas certificadas, em 2018, Portugal tinha 372.753 alunos inscritos no ensino superior, um número que tem vindo a reduzir gradualmente, quando comparado com 2010, ano

Artigo exclusivo PREMIUM

Tenha acesso ilimitado a todos os conteúdos do site e à edição semanal em formato digital.

Se já é PREMIUM,
Aceda à sua conta em

APOIE O NOSSO TRABALHO.
APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

Mais lidas

ÚLTIMAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.