Sexta-feira, 30 de Setembro de 2022

Programação para todos os gostos

Como qualquer “festa da aldeia”, a romaria de Nossa Senhora da Pena tem um cartaz que pretende agradar a todos. De 4 a 12 de setembro, são várias as atividades, sejam elas mais religiosas ou mais lúdicas.

-PUB-

De 4 a 8 de setembro, a semana cultural abre caminho para aquilo que será o fim de semana grandioso. “Em 2019 realizámos, por sugestão do senhor padre, uma novena de preparação. Usa-se em muitos santuários e posso dizer que foi um sucesso, por isso, este ano, vamos repetir”, indica Hélder Afonso.

Segundo o presidente da União de Freguesias de Mouçós e Lamares, “haverá, todos os dias, depois da eucaristia, um concerto das bandas, dos bombos, dos coros, e também vamos ter barracas para que as associações possam divulgar o seu trabalho ou os seus produtos”. Ainda na parte religiosa, a procissão de velas sai à rua no dia 9, às 21h00, e no dia 11 tem lugar a grandiosa procissão, conhecida pelos andores “gigantes”, que começa às 17h30 e tem a duração de, aproximadamente, uma hora e meia.

“Vivemos esta festa desde miúdos e temos muito amor à Senhora
da Pena”
LIBÉRIO VALMONTES
58 anos
 

Quanto à parte mais lúdica, destaque para a feira anual de gado, que acontece no dia 10, e para o concurso de gado maronês (12h00). Para o mesmo dia está agendado o concerto dos Nénamus, às 00h15, que atuam logo a seguir ao espetáculo pirotécnico (00h00). Neste dia tem lugar, também, uma corrida de cavalos (17h00).

No dia mais participado da romaria, que este ano terá transmissão no programa “Aqui Portugal” da RTP1, atuam as bandas de música de Sanguinhedo e Mateus, que farão, inclusive, um despique, às 20h30, e o rancho folclórico de Carro Queimado. A noite segue com a atuação do grupo Função Pública (00h30). O arraial pirotécnico, previsto para este dia, pode não acontecer, “caso haja risco elevado de incêndio”.

“Desde pequenino que ansiava carregar o andor”
JOÃO AFONSO
22 anos

As festividades terminam na segunda-feira, dia 12, com a habitual sardinhada (17h00) e com as atuações de Carlos Gaspar e Irmã (19h00) e ainda Brisa do Marão (22h00).
A romaria de Nossa Senhora da Pena terá, este ano, um investimento a rondar os 100 mil euros.

FEIRA DE GADO

No sábado (10), a habitual feira de gado volta a receber os melhores exemplares da raça maronesa, cujos prémios são atribuídos pela junta de freguesia. “Damos sempre o prémio de presença, pagamos cerca de 25 euros por cabeça, ou seja, quem trouxer 10 animais recebe logo 250 euros”, indica Hélder Afonso, acrescentando que “depois damos os prémios aos melhores exemplares”. Para o presidente da junta, “o objetivo é chamar os agricultores para esta feira”.

-PUB-

APOIE O NOSSO TRABALHO. APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

COMENTAR FACEBOOK

Mais lidas

A Imprensa livre é um dos pilares da democracia

Nota da Administração do Jornal A Voz de Trás-os-Montes

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.