Sexta-feira, 3 de Dezembro de 2021
© Elsa Nibra

Raça maronesa – Vacas ajudam a prevenir incêndios e melhorar ambiente no Alvão

São mais de dois milhões de euros de financiamento para aplicar no combate às alterações climáticas e ajudar a ter uma agricultura sustentável. O projeto, da Aguiarfloresta, abrange quatro baldios dos concelho de Mondim de Basto, Ribeira de Pena, Vila Pouca de Aguiar e Vila Real

-PUB-

“Life Maronesa” é o nome do projeto que está a ser implementado na serra do Alvão, que pretende ajudar a sustentabilidade ambiental da paisagem e económica dos produtores.

Os promotores do projeto acreditam que esta raça autóctone pode, também, ajudar a combater as alterações climáticas, ao apostar-se nas vacas maronesas como forma de fazer regredir o abandono das pastagens de montanha, essenciais para reduzir o risco de incêndio e aumentar a resiliência alimentar da agricultura.

Artigo exclusivo PREMIUM

Tenha acesso ilimitado a todos os conteúdos do site e à edição semanal em formato digital.

Se já é PREMIUM,
Aceda à sua conta em

 

-PUB-

APOIE O NOSSO TRABALHO. APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

Mais lidas

A Imprensa livre é um dos pilares da democracia

Nota da Administração do Jornal A Voz de Trás-os-Montes

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.