Domingo, 26 de Maio de 2024
No menu items!

Sanado surto em lar da Misericórdia de Montalegre

-PUB-

“O surto de covid-19 que se abateu sobre o Lar S. José foi considerado extinto. Lamentámos profundamente os dois óbitos registados, uma senhora de 96 anos e outra de 97 que sofriam de outras doenças”, destacou a Santa Casa da Misericórdia de Montalegre, em comunicado.

No total, 55 utentes obtiveram testes com resultado positivo para a covid-19, somando-se ainda 26 casos de infeção por SARS-CoV-2 entre funcionários, tinha revelado a instituição.

A Misericórdia de Montalegre realçou o exemplo de trabalho e dedicação de “todo o pessoal técnico e auxiliar no “momento mais difícil” após o surto, que começou entre o Natal e a passagem de ano.

A instituição sublinhou ainda o apoio material e logístico da Câmara de Montalegre, os Bombeiros de Montalegre por estarem “na primeira linha”, destacando também o papel da Segurança Social e do Serviço Nacional de Saúde.

“Muito importante foi também a prontidão e continuidade da nossa equipa médica e de enfermagem, o Dr. Emanuel Brilhante da Unidade de Cuidados Continuados, e as enfermeiras Anabela Dias e Susana Pires que fizeram aqui aos nossos utentes o que os profissionais de saúde fazem em todo o lado ao serviço dos portugueses: ajudar quem precisa, salvar vidas”, realçou.

A pandemia de covid-19 provocou, pelo menos, 2.149.818 mortos resultantes de mais de 100 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo um balanço da Universidade Johns Hopkins, dos EUA.

Em Portugal, morreram 11.012 pessoas dos 653.878 casos de infeção confirmados, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

 

APOIE O NOSSO TRABALHO. APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

VÍDEOS

Mais lidas

A Imprensa livre é um dos pilares da democracia

Nota da Administração do Jornal A Voz de Trás-os-Montes

ÚLTIMAS NOTÍCIAS