Segunda-feira, 24 de Junho de 2024
No menu items!

Superioridade dos locais

ABAMBRES, 7 | VILA POUCA, 2

-PUB-

Atendendo ao que se passou na primeira parte, tudo fazia prever que o Abambres iria conseguir uma vitória tranquila e até, eventualmente, por maior diferença de golos. O Vila Pouca entrou bem no encontro, demonstrando que estavam ali para complicar ao máximo a tarefa aos locais.

Nos lances iniciais, Rodrigo Ramos esteve quase a marcar, mas o guardião Santiago Dias não o permitiu. A resposta surgiu aos 20’, Santiago Moreira aparece isolado, mas não consegue bater Vicente Saraiva. Aos 25’, Tiago Vaz foi servido na esquerda, entra na área e faz golo. Aos 39’, Martim Fraguito, de livre, dá outro colorido ao marcador. Os ferros da baliza não deixaram que o Abambres fosse para o descanso com um resultado mais dilatado.

No início da etapa complementar, Tomás Duro surpreende a defensiva aguiarense e dilata a vantagem. O Vila Pouca nunca baixou os braços e, aos 47’, reduz após uma boa jogada, com António Teixeira a marcar. Este golo trouxe algum desconforto aos visitados, mas também alertou os jovens de Canigia Martins, que se balancearam no ataque, com os golos a surgirem em catadupa.

Destaque ainda para o golo obtido por Rodrigo Ramos.


FICHA TÉCNICA

D. Maria Lurdes do Amaral
Árbitro: André Isento
Auxiliares: Diogo Soares e Hugo Zineira

ABAMBRES: Santiago Dias; Guilherme Silva, Pedro Ferreira, Francisco Cruz e Miguel Moura; Vasco Correia, Tiago Vaz e Martim Fraguito; Miguel Guedes, Martim Fontoura e Santiago Moreira
Treinador: Canigia Martins

VILA POUCA: Vicente Saraiva; Rodrigo Costa, António Teixeira, Martim Queirós e Francisco Filipe; Francisco Ribeiro, Rodrigo Ramos e Santiago Machado; Martim Alves, Guilherme Cunha e Tiago Alves
Treinador: José Almeida

Ao intervalo: 2-0
Marcadores: Tiago Vaz (25’ e 60’), Martim Fraguito 39’ e 55’), Tomás Duro (41’ e 58’), António Teixeira (47’), Rodrigo Ramos (75’) e Martim Fontoura (78’ gp)

APOIE O NOSSO TRABALHO. APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

MAIS ARTIGOS

VÍDEOS

Mais lidas

A Imprensa livre é um dos pilares da democracia

Nota da Administração do Jornal A Voz de Trás-os-Montes

ÚLTIMAS NOTÍCIAS