Terça-feira, 6 de Dezembro de 2022
No menu items!
0,00 EUR

Nenhum produto no carrinho.

“Tour” de Medicina fez 40 testes rápidos de HIV

  Cerca de quatro dezenas de vila-realenses aceitaram o repto e fizeram os testes de rasteio rápido do HIV, durante uma campanha de sensibilização, dinamizada por um grupo de estudantes de Medicina que falou a centenas de pessoas sobre SIDA e outras Doenças Sexualmente Transmissíveis.   “Sem dúvida que o balanço é muito positivo”, concluiu […]

PUB

 

Cerca de quatro dezenas de vila-realenses aceitaram o repto e fizeram os testes de rasteio rápido do HIV, durante uma campanha de sensibilização, dinamizada por um grupo de estudantes de Medicina que falou a centenas de pessoas sobre SIDA e outras Doenças Sexualmente Transmissíveis.

 

“Sem dúvida que o balanço é muito positivo”, concluiu Mariana da Costa, coordenadora do Projecto do Departamento de Saúde Reprodutiva e Sida (DSRS) da Associação Nacional de Estudantes de Medicina (ANEM) que, durante todo o fim-de-semana, esteve, em Vila Real, para sensibilizar a população, no que diz respeito à prevenção da Síndrome de Imunodeficiência Adquirida (SIDA) e de outras Doenças Sexualmente Transmissíveis.

Para além da distribuição de panfletos e materiais de prevenção, no centro histórico de Vila Real e no Centro Comercial Dolce Vita Douro, a “Tour” da DSRS envolveu, ainda, o Centro de Aconselhamento e Detecção Precoce da SIDA (CAD) móvel que efectuou cerca de 40 testes de rastreio, aos vila-realenses.

“Foram os mais jovens que mostraram mais interesse em fazer o teste”, explicou a mesma responsável, garantindo que “ainda há pessoas que não sabem o que é a SIDA”, normalmente as pessoas mais idosas.

A iniciativa pretendeu incidir, principalmente, na população jovem de Vila Real. Daí ter optado por levar a campanha aos bares de Vila Real, mais especificamente à zona do Pioledo, onde interagiram com os jovens e distribuíram materiais promocionais de sensibilização sobre as doenças sexualmente transmissíveis.

Segundo dados do Centro de Vigilância Epidemiológica das Doenças Transmissíveis, em 31 de Dezembro de 2006, estavam notificados, em Portugal, 30.366 casos de infecção HIV.

Na capital de distrito, a população pode dirigir-se à Comissão Distrital de Luta Contra a Sida, situada na Rua Gonçalo Cristóvão – Nº2, R/C, junto ao Mercado Municipal, para acederem a acções de aconselhamento e informação. No mesmo local, existe, também, um Centro de Diagnóstico, confidencial e gratuito, funcionando das 9 às 12.30 horas e das 14 às 17.30 horas de todos dias úteis, onde se pode realizar o teste do HIV.

 

MM

PUB

APOIE O NOSSO TRABALHO. APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

COMENTAR FACEBOOK

Mais lidas

A Imprensa livre é um dos pilares da democracia

Nota da Administração do Jornal A Voz de Trás-os-Montes

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.