Quarta-feira, 6 de Julho de 2022

VI Festival de Música Júnior

Montalegre voltou a ser palco de mais uma edição do Festival de Música Júnior.

Dezenas de alunos, oriundos das melhores escolas de música de Portugal e de Espanha, estiveram a participar num evento que ofereceu dias de intensa atividade. Este magnífico cartaz encerrou com o habitual concerto final, com o tema "Musica nas Américas", apresentado por Gabriela Canavilhas, ex-Ministra da Cultura.

Cerca de 360 jovens participaram na quarta edição do Festival de Música Júnior. O grande desafio é que os participantes consigam, em apenas uma semana, tocar o repertório que lhes é dado. Mais uma vez voltou a ser superado. O ambiente do festival é algo que marca os participantes, o convívio, a partilha, as novas amizades.

A iniciativa voltou as superar as expetativas. O encontro reuniu estudantes de música de Portugal e Espanha, de diferentes idades, para uma semana de intensa atividade musical, com masterclassses e ensaios de Naipe e Tutti em várias formações, como Orquestra de Cordas, Sinfónica, Big Band e Coro.

O presidente da câmara de Montalegre, Orlando Alves, referiu ter sido "uma noite memorável. Uma demonstração das capacidades da nossa juventude que, durante uma semana, prepararam um espetáculo tão empolgante. É dos pontos mais altos da programação cultural do município. Um momento solenizado pela presença dos pais que vem de muitos pontos dos pais. Em cada edição há mais participantes e já me apontaram a meta dos 800 alunos nos próximos eventos".

Para a organização do evento, Jorge Nogueira referenciou: "foi uma honra ver a casa tão cheia. Tivemos mais uma temática inovadora. 360 participantes, desdobrados em quatro formações, felizes e realizados por terem concretizado este reportório de nível profissional. Fica prometido o regresso no próximo ano com um novo tema".

-PUB-

APOIE O NOSSO TRABALHO. APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

Mais lidas

A Imprensa livre é um dos pilares da democracia

Nota da Administração do Jornal A Voz de Trás-os-Montes

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.