Quarta-feira, 17 de Agosto de 2022

Vila Real, 3 | Santa Eulália, 0

Muito público no Monte da Forca para apoiar o Vila Real, que precisa de todos para alcançar a manutenção. Num jogo crucial para as aspirações das duas equipas, os alvinegros mostraram toda a sua capacidade e somaram a terceira vitória consecutiva, ultrapassando o seu adversário na tabela classificativa. Já só faltam duas finais para tornar o sonho realidade.

-PUB-

O jogo começou equilibrado, com o Santa Eulália a rematar primeiro à baliza, através de Pipo, que atirou a rasar o poste. A resposta dos homens da casa não tardou e, aos 12’, chega o primeiro golo, num grande pontapé de Bukia já dentro da área, depois de um excelente trabalho de Alex e Cristiano no lado esquerdo. A vencer, os locais não baixaram o ritmo e poderiam ter aumentado a contagem à passagem do minuto 20, no entanto, Inácio, em ótima posição, remata por cima da trave. Os forasteiros sentiam muitas dificuldades em organizar o seu jogo no centro do terreno, onde os donos da casa tinham sempre superioridade numérica. Como havia pouca progressão para o ataque, o Santa Eulália optava por remates de longe, mas sem criar grande perigo para a baliza à guarda de Riça. Perto da meia hora, há um cruzamento para a área e Aquini, num remate espetacular à meia volta, proporciona a defesa da tarde a Ferreira, que evitou o segundo de forma incrível. Ao intervalo, vantagem magra para a produção dos visitados.

Na segunda parte, os vila-realenses voltaram ainda com mais vontade de consolidar a vantagem e, logo aos 53’, há um livre de Rui para defesa atenta de Ferreira. Aos 58’, surge uma excelente oportunidade para os visitantes, com Riça a evitar o empate. Na resposta, contra-ataque muito rápido conduzido por Bukia, que coloca em Aquini, com este a ultrapassar vários adversários e na cara de Ferreira atira para o fundo da baliza, aumentando a vantagem dos transmontanos. Aos 65’, grande penalidade por suposta falta de Fred sobre um adversário que não conseguimos descortinar. Chamado à marcação, Luís Neves atira mas Riça faz uma grande defesa e evita a redução. Mais uma vez, o guarda-redes alvinegro a mostrar toda a sua classe entre os postes. Este lance deu grande ânimo aos locais, que continuaram a dominar as operações. Aos 87’, Aquini ganha na direita em velocidade e faz a tabelinha com Telmo, que entra na área e já em queda ainda consegue rematar para o fundo das redes e desfazer as dúvidas sobre o vencedor, se é que existiam.

Grande vitória dos pupilos de Nuno Pinto, que mostraram toda a sua classe neste jogo frente a um adversário direto, ultrapassando-o na tabela. A caminhada continua e tudo é possível. Há que acreditar.

No próximo domingo, todos os caminhos vão dar ao Monte da Forca onde o Vila Real recebe a visita do Amarante. Já o Santa Eulália recebe a Oliveirense.

 

João Pedro Coelho, treinador do Santa Eulália

 

“Ganhou a equipa que foi melhor”

Ao chegar à sala de imprensa, o treinador derrotado neste jogo foi parco em palavras e avisou desde logo que apenas iria fazer uma curta declaração, sem direito a perguntas dos jornalistas.

“Tenho o máximo respeito pelo vosso trabalho, mas hoje vou ser muito breve naquilo que quero dizer. Foi um jogo muito disputado, ganhou a equipa que foi melhor. O Vila Real acabou por ser um justo vencedor e isso ficou provado em campo, já que trabalharam mais que nós para vencer. O nosso campeonato ainda não acaba por aqui, estamos na luta e vamos continuar a trabalhar para alcançar os nossos objetivos”, que passam pela manutenção.

 

Nuno Pinto treinador, do Vila Real

 

“Adeptos deram uma resposta fantástica”

“Foi um jogo muito disputado entre duas equipas que têm os mesmos objetivos. Soubemos lutar e sofrer quando foi necessário, mas no cômputo geral acho que mostramos a nossa superioridade e tivemos grandes momentos no jogo. No entanto houve uma fase que não gostei, numa altura que tínhamos de ser pragmáticos nas ações ofensivas, ficamos um pouco deslumbrados quando tínhamos de ser mais objetivos. Há um momento crucial no jogo que é a grande penalidade defendida pelo Riça, que nos deu a tranquilidade necessária para ganhar esta partida, com um resultado que até peca por escasso. O campeonato vai ser muito disputado até ao fim e as equipas continuam na luta. Ainda temos muito trabalho pela frente e só com grande espírito de grupo e união poderemos alcançar o nosso objetivo. Sempre vi esperança nesta massa associativa, hoje vieram em força e deram uma resposta fantástica. É para eles que trabalhamos, espero que regressem já no próximo jogo contra o Amarante”.

 

Ficha Técnica

 

Jogo disputado no Complexo Desportivo do Monte da Forca.

Árbitro: João Pedro Soares (A.F. Bragança).

Auxiliares: Hugo Santos e Ivo Melo.

VILA REAL: Riça, Telmo, Fred, Hackman, Alex (Daniel, 75’), Inácio, Rui (Orlando, 93’), Castanha, Aquini, Bukia (Schuster, 90’) e Cristiano.

Suplentes não utilizados: Miguel, Leandro, Anderson e Miguel Morais.

Treinador: Nuno Pinto.

SANTA EULÁLIA: Ferreira, João Leite, Basílio, Elvis, Armando, Élio, Madureira, Ruben Moreira (Nélson, 45’), Marquinho, Luís Neves (Hélder, 78’) e Pipo (Carlitos, 19’).

Suplentes não utilizados: Pedro Lopes, Filipe Alves, Tiago Monteiro e Filipe Magalhães.

Treinador: João Pedro Coelho.

Ao intervalo: 1 – 0.

Cartões Amarelos: Alex (15’), Ruben Moreira (24’), Fred (50’), Marquinho (61’), João Leite (77’).

Marcadores: Bukia (12’), Aquini (59’) e Telmo (87’).

-PUB-

APOIE O NOSSO TRABALHO. APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

COMENTAR FACEBOOK

Mais lidas

A Imprensa livre é um dos pilares da democracia

Nota da Administração do Jornal A Voz de Trás-os-Montes

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.