Segunda-feira, 28 de Novembro de 2022

Vila Real não soube desmontar a teia

VILA REAL, 1 | VALPAÇOS, 1

-PUB-

O Vila Real perdeu os primeiros pontos em casa, frente ao Valpaços, que mostrou ser uma equipa organizada e com capacidade para dificultar a tarefa a qualquer formação.

Num jogo da 10ª jornada, que nem sempre foi bem jogado, na primeira parte, os locais dominaram e criaram algumas boas situações para marcar, mas faltou pontaria no remate final.

Artigo exclusivo PREMIUM

Tenha acesso ilimitado a todos os conteúdos do site e à edição semanal em formato digital.

Se já é PREMIUM,
Aceda à sua conta em

Logo aos 12’, cruzamento de Leandro, com Pedro Silva a cabecear por cima. Pouco depois, Gui falha no coração da área, depois de um grande trabalho de Gonçalo Paixão na esquerda. O Valpaços estava bem organizado e também aproveitava as subidas dos visitados para explorar o contra-ataque. Em cima da meia hora, há um livre, com Gustavo a rematar, com a bola a sair a centimetros da quina da baliza, com Nuno a desviar a bola com os olhos. O Vila Real responde, com Júnior a colocar em Gui, que atira ao lado, de cabeça. Já em tempo de compensação da 1ª parte, o Valpaços inaugura o marcador, com Simão a aparecer ao segundo poste e a desviar a bola para o fundo das redes, após uma um cruzamento de Lubi e um primeiro desvio na área. Um golo muito festejado pelos adeptos valpacenses.

Insatisfeito com a produção da equipa, o técnico Luís Pinto faz três alterações logo a abrir o segundo tempo. A equipa respondeu e entrou mais forte e com maior mobilidade. Logo a abrir, o lateral Leandro não soube aproveitar uma excelente oportunidade, ao atirar por cima no coração da área. O empate apareceu aos 52’, com Pedro Silva a marcar, após uma boa jogada de Diogo Matos, a colocar em Da Rocha, que cruza e depois é Pedro Silva a cabecear para a baliza, com alguma confusão à mistura.

O Vila Real queria mais e acelerou o seu jogo, mas o Valpaços também aproveitava para criar perigo, como aconteceu à passagem do minuto 56, com Xala a rematar torto quando estava em boa posição. Aos 68’, lance confuso na área alvinegra, com o Valpaços quase a marcar, num ressalto num defesa da casa. Aos 74’, Pedro Silva cobra um livre e Júnior atira a rasar o poste. Já com as alterações esgotadas, o Vila Real criou mais uma ocasião, com Pietro a colovar na cabeça de Da Rocha, que atirou torto.

O empate acaba por premiar a estratégia montada por Júlio Batista, que conseguiu tirar os primeiros pontos ao Vila Real, em casa, que esta época só tinha vitórias. Quem aproveitou foi o Mondinense, que está agora a dois pontos do líder, após vencer no reduto do Vidago.

No próximo domingo, o Vila Real volta a jogar em casa, onde recebe o Atei, enquanto o Valpaços joga com o Abambres.


COMENTÁRIOS

Luís Pinto, Treinador Vila Real
“Falhámos na finalização. Tivemos quatro oportunidades flagrantes. E não poderíamos ter sofrido aquele golo, temos de estar mais concentrados. Na segunda parte entrámos bem e empatamos. Poderíamos ter vencido, mas pecamos na finalização. Lamentamos que se tenha jogado muito pouco, com muitas perdas de tempo”

 

Júlio Batista, Treinador Valpaços
“Conseguimos um ponto importante para a equipa, que esteve bem. O adversário obrigou-nos a ter mais preocupações defensivas, mas nunca descuramos o ataque. Foi uma batalha ganha num campeonato competitivo e continuamos sem perder fora de portas. Os jogadores mostraram empenho e determinação, num campo difícil”


DESTAQUE

Simão Batista
O jovem valpacense, de apenas 17 anos, esteve em grande destaque a defender e ainda soube ir lá à frente ensinar os avançados a marcar. Foi uma barreira quase intransponível, a antecipar-se bem em muitos lances, dificultando ao máximo a tarefa dos avançados locais.


FICHA DE JOGO

Complexo Desportivo do Monte da Forca

Árbitro: André Santos
Auxiliares: Jorge Silva e Diogo Soares

VILA REAL: Nuno Silva, Leandro, Soares, Gustavo Silva, Pedro Silva (Fred, 84’), Mika (Fábio Carvalho, 45’), Júnior, Gonçalo Paixão, Tomás (Diogo Matos, 45’), Gui (Da Rocha, 45’), Miguel Teixeira (Pietro, 60’)
Treinador: Luís Pinto

VALPAÇOS: Carneiro, Sérgio, Simão, Ismael, Felipe, Lubi, Neto, Xala (Miro, 90’), Gustavo (Fábio, 70’), Ezequiel, Braulio (Lemos, 84’)
Treinador: Júlio Batista

Ao intervalo: 0 – 1

Cartões amarelos: Felipe (17’), Gustavo Silva (28’), Neto (34’), Carneiro (65’), Lubi (73’), Ismael (92’)

Marcadores: Simão (45+4’), Pedro Silva (52’)

-PUB-

APOIE O NOSSO TRABALHO. APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

COMENTAR FACEBOOK

Mais lidas

A Imprensa livre é um dos pilares da democracia

Nota da Administração do Jornal A Voz de Trás-os-Montes

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.