Segunda-feira, 4 de Julho de 2022

X Torneio de Cadetes do S.C. Braga

O Clube Natação Interior Norte deslocou oito nadadores ao X Torneio do S. C. Braga, no dia 27 de Janeiro. Este torneio envolveu 276 nadadores, de 8/11 anos, em representação de 27 clubes, vindos das zonas Centro e Norte do país (Associações do Minho, Porto, Coimbra, Leiria e Nordeste). Presente, pela segunda vez, o CNIN […]

O Clube Natação Interior Norte deslocou oito nadadores ao X Torneio do S. C. Braga, no dia 27 de Janeiro. Este torneio envolveu 276 nadadores, de 8/11 anos, em representação de 27 clubes, vindos das zonas Centro e Norte do país (Associações do Minho, Porto, Coimbra, Leiria e Nordeste). Presente, pela segunda vez, o CNIN revelou grande maturidade competitiva, situando a maioria dos seus nadadores nas melhores séries, em diferentes provas.

Em grande destaque esteve Joana Borges (Cadete A, 1996) com um significativo 1.º lugar, nos 100 metros Livres (1:17.45), obtendo a segunda marca nacional desta época. Além deste resultado, alcançou, também, a 3.ª posição, nos 100 metros Costas (1:29.06). Os restantes resultados foram também expressivos, muito acima das classificações de 2006: 50 Bruços (Cadete B), Ricardo Gonçalves (10.º), 48.24; 100 Bruços (Cadete A), Beatriz Novais (4.º), 1:40.42; 50 Mariposa (Cadete B), Carlos Cruz (11.º), 43.71; 50 Livres (Cadete B), Laura Teixeira (21.º), 45.94; 50 Livres (Cadete B), Carlos Figueiredo (4.º), 33.47. Como extra competição, participou a equipa masculina (Cadete B), realizando o tempo de 2:58.21 (11.º geral). Por último, o nadador Miguel Ribeiro (Cadete B), também extra competição, participou nos 100 Livres masculinos, referentes ao escalão A, realizando o tempo de 1:30.92 (28.º).

 

JC

-PUB-

APOIE O NOSSO TRABALHO. APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

Mais lidas

A Imprensa livre é um dos pilares da democracia

Nota da Administração do Jornal A Voz de Trás-os-Montes

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.