Sábado, 4 de Dezembro de 2021
©RN

A prioridade é “apoiar os mais vulneráveis”

Depois de quase dois anos de pandemia, a prioridade da Junta de Freguesia passa por “apoiar e estar atento aos vulneráveis, aos mais jovens e a todos aqueles que, de certa forma, durante a pandemia, sofreram e que agora precisam de uma atenção especial por parte das entidades públicas”.

-PUB-

A garantia foi dada por Francisco Rocha, à margem da tomada de posse dos novos membros da assembleia de freguesia. O presidente da junta, que vai cumprir o terceiro mandato à frente dos destinos da maior freguesia do distrito de Vila Real, deixou outra certeza, a de que “tal como nos mandatos anteriores, saberemos responder, com humildade e respeito democrático à responsabilidade que os vila-realenses depositaram nesta equipa e nos seus projetos”.

Artigo exclusivo PREMIUM

Tenha acesso ilimitado a todos os conteúdos do site e à edição semanal em formato digital.

Se já é PREMIUM,
Aceda à sua conta em

-PUB-

APOIE O NOSSO TRABALHO. APOIE O JORNALISMO DE PROXIMIDADE.

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo regional e de proximidade. O acesso à maioria das notícias da VTM (ainda) é livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta A Voz de Trás-os-Montes e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente e de proximidade, mas não só. É continuar a informar apesar de todas as contingências do confinamento, sem termos parado um único dia.

Contribua com um donativo!

Mais lidas

A Imprensa livre é um dos pilares da democracia

Nota da Administração do Jornal A Voz de Trás-os-Montes

Subscreva a newsletter

Para estar atualizado(a) com as notícias mais relevantes da região.